Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bem visto

por João Carvalho, em 01.07.09

Esta manhã, numa breve vista de olhos pela imprensa, o jornalista Pedro Coelho disse na SIC-Notícias uma coisa extraordinária sobre a condenação do campeão da fraude norte-americano: «Teve azar ao ser julgado em tempo de crise.» Eu é que nunca tinha pensado nisso, mas agora, vendo melhor, acho que sim: se não fosse a crise, o ex-superbanqueiro não teria apanhado 150 anos. No máximo, Maddoff ficaria preso uns 147, 148 anos; vá lá, 149 no máximo. O homem teve mesmo azar: ele nada teve que ver com a crise e foi logo apanhar com ela em cima.

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Dias Ferreira a 01.07.2009 às 11:29

João:

Bem visto sim senhor, ao ponto a que esta crise chegou que até já interfere e de que maneira nas penas a aplicar.
Obrigado pela correcção da data de 4 de Julho como é óbvio é 3 de Julho.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 01.07.2009 às 11:49

É também por esta ordem de raciocínio que os nossos Maddoff's vão ficar impunes. Na verdade, no dizer de um ministro a crise já acabou há muito e, no de outro, está prestes a acabar... Conclui-se então, que afinal já não há crise por estas bandas... Condenações para quê?
Portugal?..., «não há crise»!...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 01.07.2009 às 12:04

Ministros que não dizem coisa com coisa? Não há crise: os ministros são assim mesmo.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 01.07.2009 às 16:11

O grande azar dele foi não ter nascido português...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 01.07.2009 às 16:16

Sem dúvida.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D