Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ministra enterrou-se

por João Carvalho, em 29.06.09

Quem ainda não estava a par, ficou seguramente preocupado com a notícia de que há doentes cancerosos a morrer por falta de resposta do nosso sistema de saúde. Horas depois, a ministra da Saúde veio explicar publicamente que as listas de espera para cirurgias têm estado a diminuir e que, portanto, vai havendo menos mortos.

Era o que tinha para dizer ao País? Apenas com uma curta intervenção, Ana Jorge conseguiu riscar de alto a baixo a sua passagem pelo ministério. Será caso para nem a mencionar no seu currículo, porque acabou de matar o exercício que lhe estava entregue. Para cargos políticos, acredito que morreu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


17 comentários

Imagem de perfil

De ariel a 29.06.2009 às 22:15

É de uma infelicidade arrasadora. Há pessoas, que não têm estofo para ministros. Mas sabe, isso é a terminologia de médico, que falam de mortos e vivos com uma desenvoltura que nada tem de politicamente correcto e depois dá nisto
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.06.2009 às 22:57

Deve ser isso. Por alguma razão, isso lembra-me o Princípio de Peter: perdeu-se uma médica, que era precisa, e um ministro, que também era necessário.
Imagem de perfil

De ariel a 30.06.2009 às 00:19

Ora nem mais.
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 29.06.2009 às 22:42

Não há problema...
Também é para rasgar....
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.06.2009 às 23:11

Sim? E isso é bom ou mau?
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 29.06.2009 às 23:43

A brincar é bom.
A sério é muito mau !
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 30.06.2009 às 01:02

Só se for a brincar com coisas sérias...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2009 às 01:05

A decisão é sua, lembra-se?
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 29.06.2009 às 23:58

Com a passagem riscada
nos comandos do ministério,
a justificação invocada
é um tremendo despautério!

A ministra enterrou-se
com as suas próprias garras,
com isso encerrou-se
o espectáculo destas cigarras.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2009 às 00:03

Encerrou-se mesmo? Faço figas.
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 30.06.2009 às 00:22

Também ouvi, João e fiquei chocada. Disse ela que era "preciso relativizar", alegando que este ano morreram menos doentes por falta de cirurgia que o ano passado. "Relativizar?" Se eu fosse da família de algum dos desgraçados que morreram pelo caminho não sei o que me passaria pela vista ao ouvir essas sábias palavras.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2009 às 00:33

Nessa situação, eu nem sei se não a relativizava.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 30.06.2009 às 01:31

Mas cuidado, não pode trocar as consoantes que ainda a revitaliza!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2009 às 01:36

O melhor é trocar a ministra.
Sem imagem de perfil

De Sara a 30.06.2009 às 01:45

É mesmo terminologia de médico... Hoje à hora de almoço vi o pivot da sic questionar um responsável oncológico e a frieza era semelhante... o que interessa é referir que houve menos mortos e portanto eles nem percebem o drama gerado à volta disto. Gostava de saber se fosse a filha da ministra ou do senhor da oncologia a ter um cancro, se tinha muito que esperar... Triste.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 30.06.2009 às 01:49

É mesmo triste, Sara. Acredito que seja conversa de médicos, mas então falta um(a) ministro(a).

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D