Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Uma dúvida

por Paulo Gorjão, em 28.06.09

Agora que já está marcada a data das eleições autárquicas, o que é que José Pacheco Pereira está à espera -- e, já agora, António Lobo Xavier, no que toca ao CDS -- para levantar a questão da presença de António Costa na Quadratura do Círculo?

Se JPP não percebe, eu explico: já nem falo na possibilidade de António Costa poder discutir temas que envolvam Lisboa. Limito-me à simples questão da notoriedade que lhe advém da sua presença regular na SICN. JPP não acha que isto prejudica Pedro Santana Lopes em particular e o PSD e Manuela Ferreira Leite em geral? Ele que está em guerra permanente contra os inimigos internos não vê nenhum problema no seu papel de idiota útil, para utilizar a sua expressão?

Autoria e outros dados (tags, etc)


29 comentários

Sem imagem de perfil

De clara a 28.06.2009 às 18:55

Por essa ordem de ideias tinham de ser varridos quase todos os participantes em programas da SICN e da RTPN e da TVI24. Você está com medo?
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 19:08

Porquê? Há mais candidatos/comentadores? Sim, estou a tremer de medo, não se nota?
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.06.2009 às 19:25

Será frio? Gripe A?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.06.2009 às 19:30

Paulo Gorjão,

Já pensou recorrer a um terapeuta? Essa sua obsessão com JPP, inversa ao fascinio que durante anos ele exerceu sobre si, é por certo uma patologia grave.

Uma opção para tentar a cura é também a leitura da Fenomenologia do Ser.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.06.2009 às 19:32

Ó homem, você parece 'O Fugitivo' versão 2.0! Já pensou recorrer a um terapeuta que o ajude a reencontrar a identidade?
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 19:37

Olhe que está enganado. Continuo a ter estima por JPP. Estamos em lados diferentes nesta conjuntura, apenas isso. A única obsessão que tenho é com cobardes que não assinam as suas opiniões. É tb por isso que a nossa sociedade civil é o que é.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.06.2009 às 19:36

Eu sei muito bem quem sou. Sempre igual, ao contrário do seu amigo Gorjão, apostado em contrariar tudo o JPP diz, nuns dias, empenhado em obrigá-lo a dizer o que ele Gorjão quer, noutro.

Deve ser irritante não conseguir nem um olhar, uma palavra, quem sabe, um telegrama..... e não se cansa de esbracejar o pobre
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.06.2009 às 19:40

Se sabe quem é, retiro o que disse sobre 'O Fugitivo'. Você é o pisa-mansinho, que entra pela calada e sai devagarinho.
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 19:46

JPP merece mais do que um cobarde defensor anónimo.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.06.2009 às 19:44

Está bem, abelhas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 28.06.2009 às 19:48

Eu já suspeitava, agora tenho a certeza: Pacheco Pereira é situacionista.
Sem imagem de perfil

De José Barros a 28.06.2009 às 22:25



O que mais me afasta deste tipo de indignações é o facto de serem selectivas: repare-se que o post se dirige a Pacheco Pereira - que aparece mencionado quatro vezes e surge retratado como um "idiota útil" que dá troco e notoriedade a um candidato autárquico -, mencionando apenas por uma vez e em mera nota de rodapé, António Lobo Xavier, na exacta mesma posição de participante no programa. Ou seja, o Paulo Gorjão incorre na mesma duplicidade de critérios que aponta ao Pacheco Pereira, o que anula o post do seu interesse político e o remete para a interpretação, segunda a qual isto mais não é do que uma vingançazinha.




Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 22:41

Evidente/ que o post é dedicado a JPP, na medida em que é ele o indignado com os idiotas úteis -- leia o artigo dele na Sábado -- e não ALX. Ainda assim fiz questão de referir ALX, pelo que não vejo qual é a seu problema. Não há aqui nenhuma vingança, apenas divergências políticas e de comportamento. Não tenho nenhuma razão para me vingar de JPP, que tem sido sempre correcto comigo. E eu com ele. Não há nada de ad hominem na minha crítica (nesta e noutras), que é estrita/ política. Natural/, JBarros é livre de se afastar desta ou de outra crítica a JPP.
Sem imagem de perfil

De Antifassista a 29.06.2009 às 14:49

"JPP, que tem sido sempre correcto comigo (...)"

Pelos vistos, ignorar é uma forma de ser correcto...
Tem graça.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.06.2009 às 22:02

Dá gosto ver a mãe galinha João Carvalho, sempre em defesa dos seus pintos... Alguém lhe diga que as outras pessoas que escrevem aqui já são crescidinhas para saberem lidar com comentários adversos :-)
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 22:07

O que é relevante nos comentários não é o facto de serem adversos, algo totalmente irrelevante. O que os caracteriza é a cobardia, mesmo que para dizer umas coisas inconsequentes.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.06.2009 às 14:54

Quando é que V. muda de disco, com essa do anonimato? É que já chateia, porra!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 28.06.2009 às 23:56

Hehehe...
Já o recomendei lá no galinheiro para prepararem uma chocadeira confortável, que está para chegar um tipo com cara de ovo. Mas disseram-me que náo há lugar para agentes secretos.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 29.06.2009 às 01:00

Ao contrário de si, anónimo ovo podre, que claramente não pertence a esta capoeira. Aqui, todos os pintos têm nome.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.06.2009 às 01:21

Quem diz é quem é! Agora a sério: não percebo que confusão vos traz o anonimato. Se eu tivesse escrito ali Inácio, o meu comentário já estava melhor? Nem todos temos blogues. Vamos lá ultrapassar isso dos comentários anónimos e começar a responder ao que interessa, que é o que está por baixo desses pormenores de identidade.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 29.06.2009 às 01:28

Nem todos temos blogues e nem todos temos espinha, não é? Para não dizer outra coisa, entenda-se. Vamos lá a ultrapassar isso da cobardia e começar a dar a cara, um "pormenor de identidade" que conta muitíssimo quando se quer atacar alguém.
Sem imagem de perfil

De Anónima a 29.06.2009 às 14:57

Tanta galinhice, chiça!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 29.06.2009 às 02:15

Anónimo, começa a ser cansativo explicar o óbvio. Mas, por uma vez, vou levá-lo a sério.

Nesta casa, temos por hábito considerar os comentadores, o que é público e nos dá a satisfação de contar com muitos 'habitués'. Aos poucos, vamos reconhecendo cada um, pelo tom, pelo pensamento que expõem, pela escrita, pelas posições que tomam. O que implica terem um nome, seja ele Inácio ou Pancrácio.

O seu caso tem sido uma rara excepção: por regra, não alimentamos conversa com anónimos, por se desviarem do que mais prezamos: congregar autores e comentadores neste espaço plural em que todos possam merecer consideração.

Estamos finalmente entendidos?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.06.2009 às 03:17

Está a ver, que quando quer até consegue conversar com uma postura agradável (tirando ali o primeiro parágrafo com aquele toque snob ao estilo Vasco Pulido Valente)?
Sou frequentador do blogue, embora seja raro comentar. Mas, ultimamente, não tenho gostado da sua postura, caro João Carvalho. Sou livre do o dizer, desde que não insulte ninguém, coisa que quem me respondeu não fez...
Chega deste assunto, que nada tem a ver com o post :-)
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 29.06.2009 às 03:45

Você ainda não percebeu que é esse o problema? V. reclama para si direitos -- "você é livre de dizer" -- mas abdica dos deveres. Com o seu anonimato cobardolas V. retira aos seus interlocutores a dignidade de lhe olhar olhos nos olhos, como devem fazer dois cidadãos adultos no espaço público, e de lhe responder. Como anónimo V. é um free rider, que beneficia daquilo que os outros dão sem dar nada em troca. É precisa/ porque este país está cheio de pessoas com são "livres de o dizer" no refúgio do anonimato que isto não anda para a frente. Pessoas que se demitem de assumir assertiva e publicamente as suas opiniões, por mais irrelevantes que elas sejam.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 29.06.2009 às 14:49

Eu reclamo direitos de liberdade de expressão com respeito ao direito à dignidade dos outros. Não encaro uma caixa de comentários de um blogue como a maioria dos portugueses encara, por exemplo, uma caixa de comentários de um jornal, para onde atira o que quer lhe apeteça sem respeito por ninguém. Além disso, há por aí tão boa gente que, precisamente por dar a cara, não diz exactamente aquilo que pensa... Desprenda-se desse preconceito sobre o anonimato e pense mais além.
Sem imagem de perfil

De mdsol a 30.06.2009 às 01:37

Não sei se devia intrometer-me nesta prosa séria, mas ...
O pancrácio era o exercício mais violento e mais brutal do atletismo grego: combinação de boxe e luta, em que podiam ser usados tanto as mãos como os pés ou qualquer outro meio de derrotar o adversário.

:))
Sem imagem de perfil

De Pedro Sousa a 28.06.2009 às 22:54

Se eu procurar por aqui, irei encontrar a mesma indignação quanto à presença de Ferreira Leite nas páginas do Expresso???
Imagem de perfil

De Paulo Gorjão a 28.06.2009 às 23:00

Sim. Aqui ou no meu blogue já escrevi sobre isso, mas não sei o que é isso tem a ver com o caso em apreço.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D