Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um ano depois nada terei a acrescentar

por Paulo Gorjão, em 21.06.09

Era uma vez...

Se o PSD vencer

Era impossível, não era? Manuela Ferreira Leite venceu uma coligação de interesses englobando, claro, Pedro Passos Coelho. Apesar de muita insídia, apesar dos media -- lugar de destaque para o DN -- e das agências de comunicação, apesar do ambiente hostil, apesar dos adversários internos. And so on, and so on, and so on.

Se o PSD perder

Era impossível. Manuela Ferreira Leite foi derrotada por uma coligação de interesses englobando, claro, Pedro Passos Coelho. Fruto de muita insídia, fruto dos media -- lugar de destaque para o DN -- e das agências de comunicação, fruto do ambiente hostil, graças aos adversários internos. And so on, and so on, and so on.

Nem é preciso um ano. Na noite de rescaldo das legislativas nada terei a acrescentar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De tricPro-MFL a 21.06.2009 às 22:55

com que então você tambem ja interiorizou que Pedro Passos Coelho & Companhia (iluminados), vão passar o presente periodo eleitoral a criticar, como o tem feito desde que MFL assumiu a liderança do PSD!!

acho que agora ao DN tambem vai ter que acrescentar o a linha editorial do Jornal i

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 21.06.2009 às 23:40

É. A eterna conspiração universal contra o PSD, que até une jornais completamente diferentes, que nada têm a ver uns com os outros. Dou-lhe os parabéns: você foi o primeiro a fazer essa brilhante descoberta. Aliás, foi o segundo.
Sem imagem de perfil

De tric a 22.06.2009 às 00:47

"A eterna conspiração universal contra o PSD, que até une jornais completamente diferentes, que nada têm a ver uns com os outros."

O TGV move montanhas...

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.06.2009 às 00:39

Paulo Gorjão leva "a coisa" ao ponto de querer que o PSD perca as eleições para ter razão.

Ao que chegámos ... é uma autêntica fenomenologia do ser!
Sem imagem de perfil

De Chloé a 22.06.2009 às 11:52

Precisamente. Até há aquela sentença batida de noite eleitoral, em que os inspirados do costume vão dizer, num caso ou noutro, que “nada ficará como dantes”.
Palpita-me que o vaticínio, por uma vez, vai mesmo consumar-se.
Porque a clarificação deverá ter consequências profundas e acabar de vez com a bouillabaisse azeda e intragável em que se converteu o PSD (tanto que já nem ela se come a si própria).
A coisa vai partir de vez, para um lado ou para o outro. Espero eu :-).
Quando todos dizemos que Portugal precisa de um novo impulso, cada dia me parece mais que é justamente por aqui que a alavanca devia começar, ou seja, pela reorganização do próprio xadrez político, onde persistem estruturas tão adulteradas na sua matriz inicial que, de facto, já só agonizam em puro processo de autofagia. As “camisolas” de antigamente converteram-se em coletes de forças e o sistema não evoluiu com o tempo. Abundam “intrusos” por todo o lado (e não é só no PSD). Isto precisa de um realinhamento ideológico.

Há momentos históricos em que as legislativas - benditas sejam! - cumprem o seu papel refundador dos partidos.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2015
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2014
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2013
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2012
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2011
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2010
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2009
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D