Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fez-se luz

por Sérgio de Almeida Correia, em 10.01.14

"E há mais. Há que Eusébio era um génio da sua profissão e de repente (tirando Garrett e Amália) o rodeiam de uma série de mediocridades, que nunca se distinguiram por terem ajudado a humanidade ou os portugueses. Sim, senhor, Eusébio merece um Panteão. Mas não aquele. Um Panteão no estádio do Benfica, ou perto dali, que as pessoas pudessem visitar sem medo de se irritar ou contaminar. Quanto ao Panteão Nacional, do que ele precisa com urgência é de um “saneamento” sucessivo, que o aproxime um pouco da realidade."- Vasco Pulido Valente, Público, 10/01/2014

 

A propósito deste post da Helena Sacadura Cabral e do que sobre o mesmo comentei, confesso que não obstante o que outros já decidiram, começo cada vez mais a inclinar-me para esta solução que Vasco Pulido Valente propõe. Talvez que a família de Eusébio e o Benfica também tenham algo a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De JS a 10.01.2014 às 10:30

Espero que o pedido, Moçambicano, para a transladação do seu herói, resolva este "milando".
Sem imagem de perfil

De Rui Sousa a 10.01.2014 às 12:58

O mais engraçado é que no Panteão não estão sepultadas as figuras mais importantes do País. Está um bombista (Aquilino), um ditador (Sidónio) e um pretendente a tal (Carmona), dois Presidentes da República na sua época considerados medíocres (Teófilo e Arriaga) e nada mais. Garrett, João de Deus e Amália merecem lá estar, mas e o resto? Também concordo com Pulido Valente: para estar no mesmo local que um terrorista e ditadores, mais vale o próprio Benfica construir um local onde repousem os restos mortais de Eusébio.
Sem imagem de perfil

De da Maia a 10.01.2014 às 22:37

Chamar ditador a Sidónio é uma das propagandas socialistas mais vergonhosas.
De facto, os manos maçons não gostaram de Sidónio, que foi o primeiro presidente eleito com o voto popular - antes os presidentes eram escolhidos pela fraternidade republicana, mas só de nome.
Chegou por via de golpe militar, tal como chegou a república, porque a república maçon andou sempre moribunda, perdida nas suas contradições e dis-putazinhas internas, tal como hoje.

Quanto ao resto, acho que a Sonae devia mudar o nome do Centro Comercial de Colombo para Eusébio, agora a ideia de ter um corpo como atracção pública parece-me muito má e só lembra o mausoléu leninista.

O Panteão é o sítio apropriado, devia era ter lá mais gente, medida pela empatia popular e não só com a benção de alguns jeitos.
Por exemplo, o funeral de Sá Carneiro justificava que ele já lá estivesse.
Deveriam lá estar Salazar e Cunhal, etc.

Aprendam a respeitar os mortos pela empatia que causaram nos vivos.
Dificilmente há muitos exemplos como o de Eusébio.

Agora estas coisas não são para unanimismos. São por factor objectivo e não por opinião avulsa. O factor objectivo é quantidade de pessoas tocada pela morte. É isso que justifica ter um espaço especial, até para que as campas ao lado não sejam afectadas. Esse espaço deve ser o Panteão, que deveria acolher logo a sepultura, prevendo-se a grande visita.
Os outros critérios... cada um tem o seu, e servem mais projectos próprios do que qualquer outra coisa.
Imagem de perfil

De Manuel a 11.01.2014 às 11:14

Culto maior é o da religião, temos um bom exemplo: santuário de Fátima. Depois a adoração que esta gente nutre pelos clubes, principalmente pelo Benfica, é igualmente um culto, o da tasca. Mais culto menos culto.
Imagem de perfil

De cristof a 10.01.2014 às 21:00

apoio plenamente o Eusébio o estadio da Luz; tirando Moçambique aquele é que é o panteao do Pantera, e provavelmente será pois não estou a ver nenhum jogador(do benfica) fazer esquecer o rei.
Nãoconcordo que se tenha mudado o nome a ponte sobre o tejo e tambem não concordo que se esteja a julgar quem está no panteão. estão lá porque as almas da altura assim o decidiram. Mais grave foi o que fizeram em 1640 que bem caro nos tem custado(ainda agora foi um resgate e juros de 4.65 que podiam ser a metade) e não faz sentido estarmos a julgar os homens.
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 10.01.2014 às 21:09

Parece-me que fica demasiado Benfica.
Só deveria ir para o Panteão alguém pelo menos 100 anos depois de morrer. Assim já se teria algum distanciamento.

Como o Povo quer o Fado e Futebol no Panteão... fica faltar Fátima para se concluir o ditado...



Imagem de perfil

De Manuel a 11.01.2014 às 11:18

É propor a transladação dos pastorinhos para o panteão nacional.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D