Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Atravessando o Rubicão.

por Luís Menezes Leitão, em 31.07.13

 

 

Ontem Rui Rio anunciou urbi et orbi a sua candidatura a substituir Passos Coelho. As suas declarações constituem uma pedrada no charco e representam um claro sinal de que há na actual política portuguesa um amplo sector que não se revê na incompetência política do actual PSD nem está disposto a assistir ao desastre que seria a entrega do país a António José Seguro.

 

Rui Rio cortou a direito e diz o que muita gente está a pensar. Não é aceitável que numa democracia madura os políticos não digam a verdade no Parlamento, pelo que se forem apanhados em falso não têm outra alternativa senão demitirem-se ou serem demitidos. Mas é claro que Passos Coelho não o fará a Maria Luís Albuquerque, uma vez que nem sequer reagiu quando na oposição se colocou a mesma questão em relação a José Sócrates. E também não é aceitável que um partido que proclama querer combater a despesa pública candidate à segunda câmara do país um autarca que deixa uma dívida monumental na câmara que geriu e cujas promessas para o Porto se resumem a um endividamento estratosférico. Esta absoluta incoerência no discurso político vai custar cara ao PSD. E não são as moções de confiança no Parlamento que dão algum balão de oxigénio a um Governo que persiste em cometer erros sobre erros. Essa experiência já a tivemos com o governo de Santana Lopes, que também apresentou uma moção de confiança na Assembleia. Seis meses depois tinha caído. Na verdade, só precisam de apresentar moções de confiança os governos politicamente fracos. E a fraqueza política deste Governo é óbvia ou não estaria a ser dirigido pelo segundo partido da coligação.

 

É precisamente por esse motivo que Rui Rio decidiu ontem atravessar o seu Rubicão, deixando o Porto e preparando as suas tropas para o assalto ao poder.  Das suas declarações não há retorno e o combate tornou-se agora inevitável. Alea jacta est.

Autoria e outros dados (tags, etc)


13 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 31.07.2013 às 10:13

Eu acho que Rui Rio até seria um primeiro-ministro muito adequado para os tempos que correm, por ser filho de uma alemã. Os alemães respeitam muito os membros do seu Volk. Estou certo de que ele faria excelente impressão junto da imperatriz da Europa.
Sem imagem de perfil

De Orlando Sousa a 31.07.2013 às 10:32

Como administrador da Metro do Porto, o que fez Rui Rio quanto aos swaps? Alguém lhe ouviu algum comentário, alerta, o que quer que fosse?
Quando acusa L. F. Menezes de despesismo em Gaia, cala-se sobre o Mercado do Bolhão. Que vergonha!
Sem imagem de perfil

De Alexandre Carvalho da Silveira a 31.07.2013 às 10:34

Discordo completamente de si. Com a entrevista que deu ontem, que mostrou um Rui Rio ressabiado, faceta que eu lhe desconhecia, Rio matou de vez as hipoteses que tinha de vir a liderar o PSD. O que ele disse, é o que muita gente principalmente da esquerda anda a dizer. E o ataque à ministra das finanças é uma vendetta pessoal, o que não é recomendável a quem tem ambições politicas ao mais alto nivel. O Rui Rio de ontem à noite, foi uma perfeita desilusão, e antevejo-lhe um futuro radioso na Sonae, ou em algo similar!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.08.2013 às 09:41

Ressabiado - faceta desconhecida? Acho que andou distraído durante 12 anos...
Sem imagem de perfil

De Antonio a 31.07.2013 às 10:50

AH AH AH AH AH AH AH AH

Será por causa disto?

SWAPS - metro do porto - 1157.6M€ perdas potenciais 832.4M€
STCP - 50M€ perdas potenciais 107.2M€ !!!!!!!!!!

quem será que foi administrador destas duas empresas???

Já agora para comparação

swaps refer 3100M€ - perdas potenciais 40M€

andamos a brincar ou quê? aos grandes gestores??

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.07.2013 às 20:17

A sua aritemética leva-me a concluir que para si também há swaps bonzinhos e outros mauzinhos. mas a matemática diz-me que existem perdas em ambas as partes, e que não são maiores num lado por questões meramente circunstâncias. A roleta simplesmente ainda não parou.
Mas o que me surpreende é que tudo isto exista porque a lei permite que assim seja.
Não sei se Rui Rio é um bom candidato a primeiro, mas sei que os que lá estão não servem.
Sem imagem de perfil

De Lionheart a 31.07.2013 às 11:16

A preparação da campanha autárquica do PSD foi um desastre nunca visto. Desde péssimos candidatos a cidades vitais (como Menezes ao Porto), à "novela" da repetição de candidaturas noutras autarquias (que constitui uma violação do "espírito da lei, mesmo que a interpretação da mesma não seja consensual, o que demonstra como o poder legislativo neste país não é sério), tudo isto são péssimos exemplos oriundos de um partido que estando no governo a obrigar o país a fazer um forte ajustamento económico e financeiro, devia ele próprio dar o exemplo na escolha dos actores políticos que propõe para o poder local.

Também acho que há um sério risco de a história se repetir com esta coligação PSD/CDS, embora a tutela externa seja um "seguro de vida", para além do outro Seguro. Além do mais, o PS mesmo com António Costa também está muito queimado e não gera entusiasmo algum, a não ser nos interesses do costume. Mas Cavaco Silva, rancoroso como é, não vai deixar Belém sem deixar a sua "marca", por isso, ou o Passos e o Portas melhoram bastante o desempenho político do governo (porque é a única coisa que dele depende) ou vão de "mota" no ano que vem.
Sem imagem de perfil

De amendes a 31.07.2013 às 12:00

O "mentiroso"

Quantas promessas fez Rui Rio?

Deixo-vos uma só : Recuperação do Mercado do Bolhão !
Sem imagem de perfil

De zé luís a 31.07.2013 às 14:05

Gaia precisava da revitalização que hoje se sente e vê, passou do Terceiro para o Primeiro Mundo, é até a área da AMP com mais população e já com mais qualidade de vida do que a Maia, que tinha a primazia. O Porto cidade definhou e só não é uma cidade ainda mais velha porque Rio não conseguiu travar o PP das Antas, mas bem tentou que por fim não deixou construir um pavilhão que rivalizasse com o Atlântico de Lisboa. O FCP teve de contentar-se em fazer uma "Caixa" em espaço exíguo e curvo até aos limites dos rails dos acessos à VCI. Rio torpedeou tudo o que era revitalizar a cidade, lá acabou com os aviões da RED Bull e chamou os popós de que gosta mas são, em geral, de outros tempos, até nisso envelheceu a cidade.

Não há nada no Porto que tenha a marca de Rui Rio, a não ser o definhamento progressivo e um aparatoso rigor nas contas que deu, da sua austeridade, o tom actual de uma urbe sem futuro nem dinamismo. Quanto ao fim de burocracia e especialmente corrupção, tenho dúvidas, porque da minha experiência pessoal não percebi nenhuma mudança.
Sem imagem de perfil

De Miguel C Rocha a 31.07.2013 às 20:04

SWAP, Metro do Porto. Não digo mais nada. Quanto à cidade, coisas boas, outras más. Acho que está mais viva hoje que à 12 anos, sobretudo fruto do impulso de muitas entidades privadas. Se fosse eleitor no Porto teria o meu voto em todas as eleições (os outros candidatos...). O trabalho é satisfatório, mas com erros graves (Bolhão, Antas, Feira do Livro e faltou algum impulsou e visão cultural por parte do autarca, embora concorde com o fim da subsidio-dependência).

Na entrevista não consegui ver nada. Agora eu pergunto: Rio atravessa o Rubicão com que tropas? Nem na concelhia do Porto ele as tinha... E os pseudo-comentadores e políticos reformados são só isso, nada mais.
Sem imagem de perfil

De amendes a 31.07.2013 às 21:26

Rui Rio é um omem sério e prevenido:

- Enquanto administrador do Metro do Porto, cansou-se até à exaustão de avisar o Teixeira dos Santos, para o perigo das" Sopas do Metro do Porto"... E nada aconteceu... Depois, avisou o Gaspar... E nada aconteceu..Finalmente, pesaroso amargurado avisou a D. Albuquerque... E Nada...

Rio sofre!

Dizem as más línguas que ele vai poisar banca de farturas no Mercado do Bolhão!
Sem imagem de perfil

De antonio Almeida a 01.08.2013 às 13:38

Rui Rio não passa de um treinador de bancada!
Desta feita falou, porque os seus amigos gestores do Metro do Porto foram afastados,porque entraram na dança dos swaps !
E ele também não tugiu nem mugiu !
Logo o seu ataque descabelado a Maria Luís Albuquerque !
Meneses, respondeu-lhe com elevação!
Maraco António Costa: Rui Rio fala sempre demais !

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D