Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Apoiar o Benfica?

por jpt, em 16.05.13

 

No sábado vibrei com o golo de Kelvin, aquele com que, já no fim do jogo, o Porto derrotou o Benfica, assim quase quase roubando o campeonato que parecia decidido. Parei o carro, saí, entrei no restaurante mais próximo ("Cristal", na 24 de Julho), ainda vi a repetição do golo, ri-me de alguns conhecidos benfiquistas ali, tão desamparados estavam, troquei sorrisos cúmplices com amigos sportinguistas, ali algo seráficos mas contentes. Bebi uma cerveja.

 

Ontem, durante o dia da final da Liga Europa, gozei alguns amigos e conhecidos benfiquistas, anunciei "sou do Chelsea desde a mais tenra infância" (e era, ontem). Recebi alguns sms de benfiquistas provocatórios "Carrega Benfica", "A taça é nossa". A todos respondi "vão perder nos descontos". Não vi o jogo, fui dormir cedo. Hoje na alvorada leio que sim, perderam mesmo no fim, sorrio, contente, e em particular com a crueldade (bi-crueldade) do acontecido. Até lamento não ter visto em directo.

 

Ao longo dos últimos dias tenho lido várias declarações (até de sportinguistas) invectivando esta linha de sentimento, "anti-benfiquista" dizem. Nos jogos internacionais há sempre uns patriotas patrioteiros que vêm reclamar o supremo "bem da nação", como se um jogo de futebol fosse a batalha de Navas de Tolosa, um clube de futebol seja D. Afonso Henriques sonhando Cristo antes da batalha de Ourique e o jornal "A Bola" os "Lusíadas" em versão digital. Uma colecção de tontos a perorarem. Falando sério, uma colecção de gente desnorteada quanto aos seus valores.

 

Bill Shankly, mítico treinador que comandou o Liverpool durante 15 anos, disse algo que se tornou referência: "Algumas pessoas acreditam que futebol é questão de vida ou morte. Fico muito decepcionado com essa atitude. Eu posso assegurar que futebol é muito, muito mais importante.". É certo que haverá alguns malucos (holigões) que poderão ler isto literalmente (há gente para tudo). Mas o que está explícito aqui é que o futebol (e o clubismo) é outra coisa, não é liminar. Identidades opcionais, paixões cultivadas, formas de nos entrecruzar, de festejarmos, de cutucarmos, fazendo-nos juntos de modos não lineares.

 

E por isso surge a "rivalidade". Não somos adversários nem inimigos. Somos "rivais", vizinhos, queremos as mesmas coisas (as taças), que são super-importantes, aliás, são "muito, muito mais importantes do que a vida e a morte" (lá está, como disse Shankly), mas que, bem lá no fundo, não têm importância real.

 

Ontem ao fim da tarde bebi uma cerveja com dois amigos, ambos oriundos da Póvoa do Varzim. Benfiquistas, mas da Póvoa. Estava eu no meu chelseanismo militante, claro. E eles contaram-me da rivalidade lá da terra deles, entre o Varzim e o Rio Ave, clubes e terras vizinhas, limítrofes. Quando um dos clubes descia de divisão os adeptos do outro faziam-lhe, teatralmente, o funeral. Gozavam, até ao tutano, os adeptos rivais. Passado algum tempo seriam eles os gozados. É isso a rivalidade.

 

A gente, na antropologia, tem coisas escritas sobre o assunto, há já muito tempo. Chamamos-lhes "relações jocosas" ou "relações de gracejo" ["joking relationship" na wikipedia"]. Existem em inúmeros contextos, sob variadíssimas formas, mais ou menos institucionalizadas. São formas, só aparentemente paradoxais, de nos dizermos unos, comuns. "Rivais". Por isso mesmo a minha (verdadeira) alegria - pese embora o estado desgraçado do meu "grupo", Sporting, sobre o qual tanto tenho escrito in-blog no último ano, e mais ainda falado - com as derrotas do Benfica, do malvado Benfica, o gozo que me dá todo aquele sofrimento. Estamos "nós" mal? Sim. Mas que piada têm aqueles golos sofridos nos últimos minutos, estas dolorosíssimas derrotas, seguidas ainda para mais, do acabrunhamento em que "eles" agora vegetam. Que grande espectáculo. Que maravilha. ("E o Jesus ajoelhado no Dragão?, viram?").

 

Hoje mesmo enviarei cruéis mensagens aos amados familiares benfiquistas, aos meus queridos amigos (parentes espirituais), gozarei de viva voz com os vizinhos (concidadãos, nesta cidadania global da bola) adeptos da galinhola depenada. Porque a bola é para isto. O jogo deve ser limpo, leal (por isso a minha irritação com as aldrabices e com os adeptos da vitória a todo o custo, a toda a roubalheira). Para que o gozo seja limpo, leal. "Doloroso" para quem o sofre. Recíproco, para quando vier.

 

Quanto aos "éticos", os das grandes proclamações patrióticas, de lisura, da solidariedade? "Arranjem uma vida", como dizem os anglófonos. Ou, mais explicitamente, arranjem valores. Ou, mesmo, percebem-nos.

 

(postal colocado no ma-schamba)

Autoria e outros dados (tags, etc)


30 comentários

Sem imagem de perfil

De Francisco Sousa a 16.05.2013 às 09:31

Tem toda a razão. Não podia (sem ironia) estar mais de acordo consigo. Por isso é que me dá um gozo desalmado olhar para a tabela classificativa da actual Liga Portuguesa e ver em que lugar está o sporting a quem, para ano, não vou poder ver nas competições europeias, logo não poderei ser dos clubes com quem iria jogar desde a mais tenra idade. É pena. Mas, tanto para nós como para vós, temos a consolação de dizer, para o ano há mais.
Saudações benfiquistas.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 11:46

Pois claro que lhe dá gozo (um bocadinho menos hoje). E tem razão, para o ano há mais. Saudações leoninas.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 16.05.2013 às 10:30

Geralmente estou-me nas tintas para o futebol, mas acho este post uma imbecilidade. Qual o propósito? Visa alimentar uma guerra civil que nao existe? Aliviar frustrações acumuladas?
Para que serve esta superficialidade? Para provar que os portugueses enlouqueceram de vez?
Eu julgava que o delito era um blogue serio.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 11:56

Não quero alimentar qualquer guerra civil nem mesmo a adivinho. O seu comentário é o que é, mostra o leitor Luís Naves e o bloguista. Apenas. Não superficial, mas ignorante. E com prazer em sê-lo.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 16.05.2013 às 16:40

A sua resposta e lamentável. Nao volto a ler este blogue.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 16:47

Isto é uma delícia. V. comenta: diz-me "imbecil" "frustrado" "superficial" e põe em causa a minha seriedade. E depois ofende-se. Leia o que quer, como é óbvio. E, já agora, tente entender o que lê, antes de ofender.
Imagem de perfil

De Luís Naves a 16.05.2013 às 19:46

Critiquei um post, nao critiquei a pessoa. Nao o conheço, mas o senhor conhece-me bem, a ponto de ter detectado imediatamente a minha ignorancia, uma área onde nunca fui modesto. Sou também um pouco estúpido, por nao ter percebido a inteligência atras do texto.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:27

V. será um pouco estúpido, como diz, e eu estou muito velho. O que me retirou qualquer paciência que tenha tido para os sofismas, os quais penso hoje meros meneios.
Imagem de perfil

De Zélia Parreira a 16.05.2013 às 11:09

Nunca! Por respeito a familiares, especialmente à minha mãe, resolvi ignorá-los. Nada do que lhes acontece me interessa. Mas apoiá-los, nem pensar!

Quando alguém me sugere esse patriotismo (nesse caso deveríamos ter apoiado o Chelsea, que tem mais portugueses) passam-me pela cabeça todos os comentários infelizes, gozo descarado, humilhações e o ódio que, apesar de tão superiores que se consideram, continuam a destilar.

Quem me picar, levará a resposta conveniente. Aos outros, toda a minha indiferença.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 11:56

"estamos juntos", como se diz noutras paragens
Sem imagem de perfil

De cr a 16.05.2013 às 12:20

Existe algo que eu até hoje não consigo entender. Porque será que existem mais sportinguistas a odiar o benfica que o contrário?
e o porquê desse ódio ?
só me ocorre que do outro lado da estrada existe muita insegurança e inveja, tanta que são capazes desses comentários acima.
Na minha família como em todas existem sportinguistas e benfiquistas, onde constato exactamente o mesmo.
A nós, custa-nos que o sporting tenha ficado tão perdido na escala da pontuação e não possa competir internacionalmente, comentamos isso com os nossos amigos sportinguistas, que continuam a destilar a raiva do leão agatinhado.
Fica aqui o verdadeiro testemunho de uma benfinquista.
-força sporting, recuperem, porque precisamos de os ver pelas ruas e avenidas de lisboa a gritarem. sporting, sporting, sporting.
(nota importante este comentário não tem nada de sarcástico nem de cínico).
Para aqueles que ficam confortados com as derrotas do Benfica, ainda bem, porque já corre tanta coisa mal neste país, que se isso lhes deixa algum alento, que seja!
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 14:38

cr, se há algum sentido nisto é a total inexistência de "ódio" e o facto de ser uma "teatralização" das relações sociais (que se associa também a fenómenos históricos de constituição e reconstituição dos clubes desportivos, e interpeladas pelas politizações, mais recentes muitas vezes, das identidades sociais clubísticas). Será evidente que choca contra o cavernícola discurso holiganista das tvs e afins quanto ao futebol, e ao doutorismo rupestre dos analfabetos sociológicos (veja-se comentário acima, cheia de putativa gravitas e vácuo intelectual).
cumprimentos
Sem imagem de perfil

De da Maia a 16.05.2013 às 16:50

Creio que se trata da Síndrome do "Grande Oriental", da Síndrome do "Olho à Belenenses", ou ainda da Síndrome do "Major Boavista-se".

Bons clubes, o Oriental andava pela 1ª Divisão, o Belenenses e Boavista estavam sempre no topo da tabela, iam muitas vezes às competições da UEFA, e chegaram a ganhar campeonatos.

Depois, o pessoal teve que começar a torcer por um "clube grande", porque o Oriental praticamente desapareceu, o Belenenses começou a cair até ficar fora da 1ª Divisão, e o Boavista foi engavetado.

O Sporting anda basicamente a traçar uma rota (ou derrota) semelhante às do Belenenses ou Boavista.
Há quantas tempo não vemos uma equipa de futebol, que jogue bem, no Sporting? Lembro-me do Yazalde, do Jordão, e depois? Só se foi a do João Pinto, às vezes.
No entanto, passaram por lá o Figo e o Cristiano...

Por isso, o Sporting passou a viver do discurso dos "malvados dos árbitros". Há décadas que ouvimos o queixume das arbitragens do Sporting.
Querem lá saber se não marcam golos, o que interessa são os "penaltis roubados". Como se houvesse alguma piada em marcar um golo de penalti (aliás, os penaltis deviam passar todos a livres directos).

É claro que é normal que um portista ou um benfiquista não goste que a equipa rival ganhe, mesmo lá fora. Estão em disputa pelo número de taças, pelo número de títulos, pelo campeonato, etc...

O problema do Sporting é que ficou sem rival, porque já não é rival de ninguém, mas vive na ilusão que ainda é.
O Porto está noutro campeonato, onde de vez em quando joga lá o Benfica... e o Sporting não gosta de se ver como rival do Braga na disputa pelo 3º lugar, porque em termos históricos não tem comparação.

O Porto ou Benfica gostam que os outros clubes ganhem lá fora, excepto o rival. Isso aumenta o ranking, e agora até temos o Paços de Ferreira na Champions - viva o luxo!

Os outros clubes também gostam que o Porto, e às vezes o Benfica, ganhem, por causa desse mesmo ranking... excepção feita ao Sporting.

O Sporting ainda vive no tempo dos avozinhos, dos violinos, sei lá... coisas que nem há registo televisivo na RTP Memória. Começa a haver pouca gente viva que se lembre de um Sporting que tenha ganho dois campeonatos seguidos (anos 50)... e os que se lembram do Benfica ter feito o mesmo (anos 80) já têm mais de 40 anos.

Por isso, parece-me perfeitamente natural que os sportinguistas tenham perdido o gosto pelas vitórias e se contentem com as derrotas dos outros. Não é muito edificante, mas pronto é obstinação até mudarem para um clube grande...
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:30

da maia, boa conversa de bola, obrigado. diria que a história (do futebol) não se mede em poucos anos, torço um bocado o nariz à sua argumentação. Mas ... não é coisa que nunca me tenha ocorrido, isso do Sporting estar na senda do Carcavelinhos
saudações leoninas
Sem imagem de perfil

De Lagarto a 16.05.2013 às 16:11

Aos amigos lampiões...

Perder um campeonato e uma taça europeia fora de horas... equivale a dois socos no estomago...

O nosso Sporting ficar em 5º. digamos: -- a um puxãozito d'orelhas....

Rezem em todas as "Capelas"... pode ser que cheguem lá!
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:43

Lagarto (?, hum ...) os "capelas" e quejandos são o que poluem este gozo
Sem imagem de perfil

De Pedro Almeida a 16.05.2013 às 17:32

Um portista gozar com o Benfica até faz todo o sentido, eles são uma equipa vencedora, num patamar ainda acima do Benfica, eles são a competência que o Benfica ainda não consegue ser.
Agora um sportinguista gozar com o Benfica é não ter a mínima noção do ridículo, principalmente na pior época da história deste onde nem sabem se terão dinheiro para continuar a existir.
É o mesmo que a Cicciolina ver uma rapariga de mini-saia na rua e pensar que ela deve ser uma oferecida.
É o mesmo que o Elton John dizer que o Claudio Ramos é um bocado gay.

Ou vocês ganharam o campeonato de boccia este ano, foi isso?
Assim já faz sentido.

ps: no Domingo à tarde em pleno Estádio da Luz, 60.000 benfiquistas vão gritar a uma só voz...ORGULHO!
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:31

ok, bom grito
Sem imagem de perfil

De José Menezes a 17.05.2013 às 14:32

Gostei do seu comentário. Realmente os sportinguistas têm de se preocupar é com os seus rivais directos, que não são de maneira nenhuma o Benfica, Porto ou Braga, mas sim o Moreirense, Setúbal ou Beira-Mar. Tenham juízo e alguma modéstia. Não sou benfiquista, vivo no Porto e sou adepto do Braga.
Imagem de perfil

De jpt a 18.05.2013 às 06:19

Ó José Menezes, adepto bracarense, já a formiga tem catarro!?
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 16.05.2013 às 18:29

Não podemos ser diferentes?

"...patrióticas, de lisura, da solidariedade..." não são também valores?
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:37

Claro que podem, claro que podemos (ser diferentes). Valores, esses "patrióticos, de lisura, de solidariedade"? Sim, são. Aqui entre nós, que ninguém nos lê: o "gozo" (as tais relações de gracejo, que estão nos conceitos correntes nas ciências sociais), explicitam exactamente a teatralização, o sublinhar, das relações de solidariedade - que implicam, nas nossas sociedades, dimensões de patriotismo [diferentemente entendidas] e de lisura.
O que é interessante nisto é o facto desta forma não linear de afirmar os tais valores (e só aparentemente paradoxal) chocar as boas almas (grávidas de doutorismos ou de eticidades)
Sem imagem de perfil

De João Paulo Silva a 16.05.2013 às 21:05

Boa noite caro JPT ,

Devo dizer que já hoje de manhã tinha lido o seu post , e não comentei de imediato porque provavelmente o conteúdo seria impróprio e deselegante, não para consigo porque o merecia, mas seria acima de tudo deselegante para com o blog "Delito de opinião". Seria deselegante para com os restantes bloggers cuja opinião muito respeito (ainda que nem sempre esteja de acordo) como o Sr. Pedro Correia, o Sr. Luís Menezes Leitão, a Sr. ª Helena Sacadura Cabral, a Sr. ª Ana Vidal, e tantos outros.
Ontem fiquei a voar baixinho, não sou lagarto por isso não rastejo no momento da derrota, mas hoje já estou a voar alto novamente é que a minha equipa, apesar de ter perdido joga bem que se farta! Sabe que apesar do tom jocoso e, convenhamos de mau gosto, seu post de hoje também me ajudou porque vejo que alguns adeptos dos "viscondes falidos" (ditos lagartos) vivem sempre com o pensamento no Glorioso e isso faz-nos pensar "Somos mesmo muito Grandes" e nestes momentos menos positivos da nossa imensa história ajuda-nos, dá-nos ânimo, ajuda a aumentar a nossa auto-estima. Por isso o meu sincero obrigado!
Em relação a si JPT , devo recomendar duas coisas, a saber:

a) Consulte um psicólogo, pois não normal viver de forma tão intensa a derrotas do adversário, o que é importante é viver de forma intensa as vitórias do nosso clube... A verdade é que no seu caso realmente são tão poucas que...Bem pelo menos a manutenção na 1ªLiga está já garantida, do mal o menos, não é?
é?b ) Se não tem, poderá adquirir uma Playstation 3 e o jogo PES 2013, pois esta será a única forma de o seu clube jogar nas UEFA na próxima temporada. Na Europa eu digo "para o ano há mais", você diz "para daqui a dois anos há mais".

Cumprimentos,
João Paulo Silva

P.S. Por respeito ao blog vou manter-me como leitor, há mais vida para além deste post (infeliz).
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:45

Ainda bem que se mantém como leitor do DO. Quanto ao resto nunca mexi numa playstation, mas quando lá chegar tentarei aproximar-me do seu aviso, o qual agradeço.
Sem imagem de perfil

De Jorge a 16.05.2013 às 21:54

Ponto 1 e unico dos estatutos do Sportem:
Ganhar ao Benfica
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:41

Falando sério? Nem tanto. Mas sim, faz parte. E, sabe?, o que surpreende é que tantos adeptos (do Sportem, como diz, e de outros clubes) não percebam de imediato que o objectivo disto não é sagrado mas sim ganhar aos outros (e que há outros e outros). No fundo o que surpreende é que haja bola a mais nas mentes de tantos.
Imagem de perfil

De José António Abreu a 16.05.2013 às 23:02

Eh, adoro textos que estilhaçam as ilusões politicamente correctas. Eu admito que, sportinguista mas - por incrível que possa parecer - boa pessoa que sou, tinha o cérebro a torcer pelo Benfica mas os instintos a sussurrarem que uma derrota é que tinha piada.
Imagem de perfil

De jpt a 16.05.2013 às 23:48

Já me ocorreu esse drama, num até recente Benfica-Manchester United, quando me encontrei, desavisado, feliz a comemorar um golo de um jogador Beto, que veio a dar a vitória ao Benfica. Reflecti, assustado, e consegui curar-me

(e ainda recordo, acabrunhado, a celebração do maldito calcanhar de Madjer. Inconsciência da juventude, acho)

Comentar post


Pág. 1/2



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D