Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A greve afinal não foi geral.

por Luís Menezes Leitão, em 14.11.12
Ao contrário do que se julgava, a greve afinal não foi geral. É que o Presidente da República não fez greve. Efectivamente Cavaco Silva trabalhou intensamente, recebendo o Presidente da Colômbia e até explicou as razões da sua não adesão à greve. Segundo afirmou Cavaco Silva: “O direito à greve dos trabalhadores está consagrado na nossa Constituição e deve ser respeitado. Mas apesar da greve, da minha parte não deixei de trabalhar reunindo com o senhor Presidente da República da Colômbia e fazendo o possível para com o fortalecimento das relações entre os dois países contribuir para que, no futuro, o crescimento do produto seja mais elevado (...) e que o desemprego seja menor do que aquilo que o INE hoje anunciou”. Já estou muito mais tranquilo. Parece que havia a possibilidade de o Presidente da República ter decidido não trabalhar hoje e deixar de receber o Presidente da Colômbia. Imagine-se o que seria o Presidente da Colômbia chegar a Portugal e dizerem-lhe que o Presidente da República não o recebia pois tinha decidido aderir à greve geral da CGTP. Mas afinal não seria original. Há trinta e sete anos, como documentam as imagens abaixo, tivemos em Portugal um Governo em greve. Uma greve presidencial teria seguramente muito menos impacto.



Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Rebelo a 14.11.2012 às 19:50

O Aníbal devia dedicar-se apenas ao enfardamento de bolo rei....e deixar-se de declarações patéticas.
Sem imagem de perfil

De sampy a 14.11.2012 às 19:52

Certamente que o Presidente da Colômbia veio agradecer a forma acolhedora e amistosa como a representação das FARC é recebida, ano após ano, na Festa do Avante...
Sem imagem de perfil

De Marão a 14.11.2012 às 20:58

Básico e rudimentar. Este tipo de conversa de xaxa é mesmo imprópria de um Presidente. Mais um doloroso tiro no pé ao nível da treta das miseráveis reformas que lhe couberam em sorte. Estaremos muito mal servidos de responsáveis ou são apenas a extensão mais ordinária da gente que somos? Despropositado e insensato nas coisas mais comezinhas, será lícito temer o pior nas decisões mais intrincadas na sua esfera de acção.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.11.2012 às 21:29

Fiquei com a ideia que os nossos governantes apoiam a greve. Também eles andam revoltados por não serem pró-activos.
Só tenho pena que a greve não tenho sido ontem, para que a Merkel ficasse retida e, quiçá, pudesse dar uns retoques no vídeo que foi censurado (creio que faltava lá uns beijinhos). E também é pena que os novos números de desemprego não tenham saído ontem. Isto está tudo muito bem amordaçado.
Bem, fico satisfeito que o nosso PR tenha aderido solidariamente à greve, mas não efectivamente.
Na realidade a história parece demonstrar-nos que há ocasiões em que somos afectivos mas pouco efectivos.
Sem imagem de perfil

De Manga d'alpaca a 15.11.2012 às 09:27

E se ele podia ter feito: como reformado não ia perder o dia, ao passo que se recebesse como PR ainda lhe iam ao bolso.
Imagem de perfil

De fazerbolhas a 15.11.2012 às 12:46

Mas o Presidente da República, enquanto tal, não está sindicalizado em sindicato que tenha subscrito o pré-aviso de greve. Portanto, caso a ela tivesse aderido, estaria em falta injustificada ao trabalho, com as consequências daí resultantes.
Imagem de perfil

De Gui Abreu de Lima a 15.11.2012 às 20:49

este Cavaco leva a vida a passar-nos atestados de burrice. com esta conversa merecia uma lostra.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D