Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Vamos ver, diz o ceguinho

por Rui Rocha, em 13.07.12

Pinto Monteiro está atento a todas as notícias sobre a Universidade Lusófona, no âmbito do 'caso Relvas'.

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De am a 13.07.2012 às 18:54

Se a atenção for a mesma que teve em relação à Independente... "tamos" conversado.!
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 13.07.2012 às 21:11

Certamente, AM. E sem esquecer que ainda está pendente a investigação sobre as agências de rating.
Sem imagem de perfil

De am a 13.07.2012 às 21:25

Entrementes, foi descberto mais mais um monte de sucata" Pandurada"!
Dizem as más linguas ser pior que os submarinos!

O que não seria se tivéssemos adquirido o tal porta-aviões ( em 4ª mão ) que o States queriam impingir ao nosso governo !
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 13.07.2012 às 21:55

Deve existir uma qualquer explicação pandurosa.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2012 às 22:02

Eu também ando atento a todas essas notícias. Mas, tal como Pinto Monteiro, também não tenho possibilidades de ir mais longe que a atenção.
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 13.07.2012 às 22:05

E somos 4, comigo e com a Rainha de Inglaterra.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.07.2012 às 22:18

Rui, essa foi boa.
Imagem de perfil

De Mário Pereira a 14.07.2012 às 00:31


O PGR, o Tribunal de Contas, as entidades reguladoras, o Provedor de Justiça, os tribunais, o Parlamento, a outra rainha de Inglaterra chamada PR (na minha terra mais conhecido por “Gravelho"), as eleições de vez em quando, a comunicação social "livre e plural", com os seus jornalistas "competentes e independentes" a fazerem "jornalismo de investigação", as polícias também, porque não? e os cães de caça, é tudo da mesma raça.
Explicando melhor: todas elas são instituições absolutamente necessárias mas não suficientes para construir uma democracia.
E porquê? Porque a democracia não faz sentido por si só, mas apenas na medida em que permite e contribui para a liberdade, pluralidade, fraternidade, igualdade, responsabilidade, justiça, respeito pelos outros...
Uma "democracia" em que as instituições apenas fingem que existem, sem cumprir o seu papel, permitindo que a corrupção alastre, as desigualdades se aprofundem, os políticos e afins parasitem a sociedade, enfim, os ricos se tornem cada vez mais ricos enquanto os pobres se tornam cada vez mais pobres... não é mais que um arremedo de democracia.
O Pinto Monteiro é apenas mais um dos muitos palhaços bem pagos para fingir que fazem alguma coisa de válido, ao mesmo tempo que encolhem os ombros de impotência e indiferença perante os vampiros que nos sugam insaciavelmente.
Confesso que me apetece dar um enxerto de porrada às luminárias que, do alto das suas três ou quatro reformas pagas por uma maioria que continua a trabalhar desesperadamente para que este País não se afunde de vez, afirmam sem qualquer vergonha que todos temos que pagar o preço de termos vivido acima das nossas possibilidades, aceitando estoicamente o empobrecimento. Porquê?
1. Porque eu não vivo, nunca vivi nem viverei acima das minhas possibilidades;
2. Porque essas luminárias não souberam prever e muito menos evitar a crise em devido tempo, tendo pelo contrário muitos deles contribuído para ela;
3. Porque os verdadeiros responsáveis por este estado de coisas são os bancos, os políticos corruptos, as grandes empresas das obras públicas e os escritórios de advogados que fazem as leis absurdas que os absolvem e nos condenam, os estudos e consultorias de milhões e os contratos sempre ruinosos para o Estado e principescos para os privados.
Perante tudo isto, o que são o PGR e o Relvas? Apenas dois vermes que um dia quiseram ser astros...
Imagem de perfil

De Ssssstress a 14.07.2012 às 10:36

Com olhos de ver e ouvidos de ouvir?
Ou somente olhando e escutando? É que isto de "fazer ondas" pode ser perigoso e ainda alguém se afoga!

Cumprimentos!

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D