Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Dia da Mulher

por Helena Sacadura Cabral, em 07.03.12

Confesso que não aprecio ter um dia dedicado ao meu género. Mas não deixo de compreender o que devo a todas aquelas que nele estão simbolizadas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


99 comentários

Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 07.03.2012 às 23:44

Em duas linhas disseste tudo, Helena.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 07.03.2012 às 23:57

Obrigada amiga!
Sem imagem de perfil

De vitor marques a 08.03.2012 às 01:19

Dra. Helena Sacadura Cabral o seu genero é sinal de mãe, amor, meiguiçe, ternura, criar, dar, compartilhar, sacrificio e todos os qualificativos que se lhes podem atribuir, isto é às mulheres, a sensibilidade dá-lhes perspicácia e sabedoria da qual a humanidade pareçe carecer.
Permita-me que lhe diga que aprecio muito a sua sensibilidade e inteligência, consegue ser uma senhora com todo o respeito e ao mesmo tempo apresenta uma grande capacidade de diálogo e tolerância dentro dos limites. Resumindo a senhora é uma grande "Mulher" bem haja.
Boa Noite
Sem imagem de perfil

De Ivone Lage a 08.03.2012 às 11:22

Compreendo a sua opinião, mas não posso deixar de concordar com o Vitor Marques.
Faço minhas as dele e reitero a minha admiração por si!
Um feliz dia... hoje e sempre!
Sem imagem de perfil

De piloto a 08.03.2012 às 16:48

Deixem lá os DRs ...... que coisa tão pequenina .... , terra de Iluminados e fadistas....apre!
Dia feliz para todas as mulheres, que nós os homens na terra dos Iluminados ainda somos uns atrazados mentais e com pouca educação para o género feminino.
Sem imagem de perfil

De Maria a 08.03.2012 às 01:48

Obrigada Helena, gosto muito de si.
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 08.03.2012 às 19:48

E eu de si, por gostar de mim!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 08.03.2012 às 02:46

Eu também compreendo a intenção, mas não gosto que haja um dia do ano dedicado à mulher. Enquanto não houver também um "dia do homem", isto significa que os outros 364 são dele.
Sem imagem de perfil

De Vera a 08.03.2012 às 08:15

Esta é, infelizmente a grande verdade!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2012 às 08:56

na verdade existe e se não me engano é o 15 de Novembro
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 08.03.2012 às 10:32

Tem razão, Anónimo. Fui procurar e parece que há um "dia internacional do homem" a 19 de Novembro. Não fazia ideia.
Sem imagem de perfil

De pássaro viajeiro a 08.03.2012 às 15:02

Não será a 13?...13 de Novembro!
Isso bem vasculhadinho é capaz de se chegar lá, não?
Vejam bem porque se fosse, se for, posso assegurar é que é efectivamente o dia do homem.
Pelo menos o meu, dia de meu aniversário.
Sem imagem de perfil

De José Menezes a 09.03.2012 às 19:30

E nada de massificações… Concordo.
Sem imagem de perfil

De Joaquim a 08.03.2012 às 09:02

Só para dizer que seu comentário diz tudo. E isso acontece um pouco com todos os dias dedicados.
Obrigado a todas as mulheres.
Sem imagem de perfil

De M. LURDES a 08.03.2012 às 09:11

NAO APRECIO O DIA EM SI ATE PORQUE MUITAS MULHERES FAZEM DELE UM DIA VERGONHOSO ADMIRO SIM AS MULHERES QUE TIVERAM A CORAGEM DE LUTAR PARA QUE TODAS NOS TIVESSEMOS DIREITOS QUE SO AOS HOMENS ERAM PERMITIDOS COMO POR EXEMPLO O DIREITO AO VOTO .
Imagem de perfil

De João Carvalho a 08.03.2012 às 09:16

Tem toda a legitimidade para pensar como lhe aprouver e todo o direito para vir aqui dizê-lo, mas nesta casa não se GRITA que me faz mal aos tímpanos dos olhos, entendido?
Sem imagem de perfil

De ELLOCO a 08.03.2012 às 09:50

OH JOAO CARVALHO: VOCE ESTA TAO SENSIVEL D'OVIDO....
Sem imagem de perfil

De António Jorge a 08.03.2012 às 10:24

Convinha explicar que letra maiúscula é sinónimo de gritaria e neste país de doutores e engenheiros analfabrutos, poucas pessoas percebem isso.
Tenho dito!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2012 às 09:49

Gostava de saber como é que há mulheres que fazem deste, e pelas suas palavras, depreendo que dos outros também, um dia vergonhoso....
Só assim como não quer a coisa, tá a a ver?? curiosidade....
Sem imagem de perfil

De josé a 08.03.2012 às 09:57

Sra. M. Lurdes, Não fica bem utilizar maiúsculas nos comentários que se fazem na net. Fazer isso é entendido como atitude incorrecta de quem está a gritar ou insultar. Peço que compreenda e aceite esta regra. Obg. Jose Cardoso
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2012 às 09:29

Criar um dia da Mulher é coisificá-la.
Sem imagem de perfil

De António a 08.03.2012 às 12:30

Ana Vidal, permita-me discordar quando diz que os homens têm 364 dias e a mulher só um, pelo contrário as mulheres além deste dia celebrado como dia da mulher ainda partilham 364 dias com os homens pois não existe nenhuma informação que diga que esses dias são só dos homens. Mas concordo consigo quando diz que deveria haver também um dia do homem.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 08.03.2012 às 18:12

António, eu não disse que devia haver um dia do homem, mas sim que por exclusão de partes os restantes dias do ano seriam do homem. Francamente, acho tão absurdo um "dia do homem" como um "dia da mulher", assim de forma genérica. Entendo por que foi criado o "dia da mulher", mas acho que seria mais lógico assinalar datas que tenham um significado importante e não esta generalidade, que divide os géneros em vez de os aproximar.
Sem imagem de perfil

De Maria a 08.03.2012 às 14:23

O dia Internacional do Homem já existe, julgo eu desde 1999 - 19 de Novembro
Sem imagem de perfil

De Odette a 08.03.2012 às 15:08

Compreendo perfeitamente a Sra. Dra. Helena Sacadura Cabral, que aprecio muito. Contudo, também não aceito que haja um Dia da Mulher nem sequer um Dia do Homem; sinto-me discriminada! Todas as mulheres e os homens têm as suas virtudes e os seus defeitos, completando-se simplesmente. Por esse motivo, acho que se deveria substituir o dia da mulher pelo Dia da Harmonia.
Sem imagem de perfil

De ana dias a 08.03.2012 às 15:55

Este dia existe porque um dia 800 mulheres morreram num massacre. Queriam a sua independencia e foram cruelmente mortas um bem haja as mulheres
Sem imagem de perfil

De Teresa Almeida a 08.03.2012 às 09:15

É mesmo assim, as efemérides não são celebradas por simpatia, mas porque é necessário não esquecer, para evitar que se repita!
Sem imagem de perfil

De Maria Nunes a 08.03.2012 às 09:33

É exactamente o que eu penso! Subscrevo. :-)
Sem imagem de perfil

De Jacinto Alves a 08.03.2012 às 09:35

E eu confesso que acho um completo absurdo que nos dias de hoje se necessite de um dia da mulher como se a mulher precisasse disso... a mulher tem um papel fundamental na sociedade, na família e no trabalho.
A (con)vivência homem-mulher deveria ser tomada como um entrelaçar de qualidades e jamais na dicotomia da guerra dos sexos.
Nós homens, se da força e habilidade que de crianças treinamos com normalidade tiramos grande parte dos nossos proveitos neste mundo, a mulher tem qualidades ao nível da intuição e multi-funcionalidade que jamais atingiremos.
No mercado de trabalho qualquer patrão minimamente inteligente saberá que o burro-de-carga é o homem mas, se quiser um trabalho bem organizado administrativamente, com alguém a executar com facilidade multi-tarefas sem se mijar todo, não é ao homem que a entregará.
Um pormenor importante e que muitas das vezes destrói estes argumentos é a lamechice com que muitas das mulheres se refugiam, à espera que tenham pena das coitadinhas e lhes tirem algum do trabalho que têm.
Completamente errado. Assumam-se e assumam o vosso papel, ganhem a consideração dos vossos colegas de trabalho, dos vossos chefes e patrões.
Vocês têm muito mais valor do que aquele que mostram ter.
A exigência no mercado do trabalho satisfaz-se com o desempenho e resultados que cada vez mais a mulher mostra obter. A mudança está em curso, mas o caminho não poderia tomar-se como fácil... também ninguém disse que o seria mas acreditem que não é com cotas e lamúrias que a mulher assume o seu papel de direito. É valorizando-se e mostrando que não tem de imitar o homem em nada.
Porque é que o havia de fazer? Sob o domínio do homem a sociedade avançou por várias vezes para o declíneo e continua numa queda vertiginosa para um mundo em que os valores, sentimentos individuais e a própria dignidade e auto-determinação constantemente são jogados à lama.
Não compreendo porque querem insistir em dar lugares em parlamentos ou comissões só pelo facto de ser mulher...
A mulher não deveria permitir isto! É uma forma camuflada de condicionar a acção da mulher... Um job for the girl jamais possibilitará que ela exerça a sua ideologia e a aplique convenientemente. Já está "comprada" não!?

VIVA A DIFERENÇA! Bemditas todas as mulheres que comigo se cruzaram. Sem elas eu não seria o que sou hoje. ;-)
Sem imagem de perfil

De Renata a 08.03.2012 às 10:16

Muitos parabéns pelo seu comentário, obrigada!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2012 às 15:30

Concordo com o seu comentário. A mulher tem que se impôr e deixar de preocupar-se em marcar a diferença porque esse não é o caminho a seguir.
Sem imagem de perfil

De Nina a 08.03.2012 às 10:22

Pra si Jacinto, os meus parabéns. Subscrevo integralmente o seu comentário. São homens assim que estão de parabéns. Bem haja
Sem imagem de perfil

De Maria João a 08.03.2012 às 13:43

Se todos os homens pensassem assim, a vida era mais fácil de viver, até para os próprios. Parabéns.
Sem imagem de perfil

De Ana Rosa a 08.03.2012 às 14:41

Felizmente que existem alguns homens que tal como você que pensam assim.
Seria no mínimo muito monótono que fossemos iguais, não acha? Os opostos atreêm-se e complementam-se. Como você mesmo disse... VIVA A DIFERENÇA!!!!
Abraço
Sem imagem de perfil

De Albertina Santos a 08.03.2012 às 15:22

Apesar de aqui não ser necessário fazer um "like" deixe-me dizer-lhe que gostei muito da sua opinião.
É exatamente o que penso. O dia das mulheres são pelos menos os 365 dias ou 366 , conforme.
Eu tb sem grandes "mulheres" que se cruzaram na minha vida, não seria nem estaria na vida , como hoje.
Sem imagem de perfil

De Odette a 08.03.2012 às 19:30

Sou Mulher, e aprovo tudo o que disse.
Sem imagem de perfil

De Jacinto Alves a 08.03.2012 às 22:10

Na sequência deste post, fiquei a saber através de um meu ex-professor de Português, António Pedro Pires, uma daquelas pessoas que nos marcam para toda a vida e que trabalhou na Comissão da Condição Feminina, de um facto que desconhecia e que, embora não mude a essência da minha opinião, pois continuo a achar que a Mulher Portuguesa não precisa de nenhum Dia Internacional para que seja valorizada a sua dignidade e o seu papel na sociedade moderna, tenho de enaltecer aqui o sacrifício das Mulheres que, em 1857, na sequência de uma greve pela igualdade de salários e a redução da jornada de trabalho para 10 horas, foram fechadas na fábrica onde entretanto, deflagrou um incêndio e no qual cerca de 130 morreram queimadas.
Assim, é em 1910 que, numa conferência internacional realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o dia 8 de Março como o “Dia Internacional da Mulher” ou o Dia das Nações Unidas para os Direitos da Mulher e a Paz Internacional.

Bem hajam!
Sem imagem de perfil

De MARIA HELENA CARDONA FERNANDES a 08.03.2012 às 22:27

muito obrigado pelo seu comentário, homem ou mulher cada um tem um papel importante na criação do ser humano.
Sem imagem de perfil

De pássaro viajeiro a 08.03.2012 às 09:42

A todas as mulheres dum passado não tão distante quanto isso, a minha sincera homenagem.
Mulheres; seres sublimes tão profundamente incompreendidas, dificilmente escutadas e quase nunca perdoadas.
Abençoadas sejam, obra-prima da Criação!

Foi um prazer e uma honra comentá-la.
Sem imagem de perfil

De Ana Paula a 08.03.2012 às 09:46

Bom dia, as grandes mulheres são assim: Capacidade de sintese.
Subscrevo inteiramente. Na nossa sociedade este dia é um dia de " taditas precisam de uma dia para...." ou então como ouvi hoje de manhã " As mulheres tem um dia mas nós homens temos 364".
Sem imagem de perfil

De Isabel a 08.03.2012 às 09:49

Afinal porque não termos um dia só para nós Há dias para tudo. Eu fico muito contente, o dia é meu e ninguém mo tira.Agora cada uma faz dele o q quiser.
Eu vou aproveita-lo muito bem.Muitos beijinhos meninas/Mulheres.
Sem imagem de perfil

De Isabel a 08.03.2012 às 12:28

Respondo à Isabel, eu que também sou Isabel, foi o comentário mais sério e verdadeiro que aqui se escreveu, porque respeita a essência do ser humano, ou seja, a liberdade de existir! Que festeje quem o deseje e se abstenha quem não o sinta. Mas não julguemos a vida, os dias, ou seja lá o que for um acto, desde que ele não prejudique ou ofenda a outro. Falta inventarmos o "Dia Internacianal em que não criticamos ninguém e deixamos as pessoas festejarem o que bem lhes aprouver." Uma vez a minha filha adolescente no meio de uma discussão disse-me esta frase: "Ó Mãe deixa-me ser..."
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.03.2012 às 15:45

É verdade que o direito de escolha nos assiste, é verdade que o dia 8 de Março é dedicado à mulher, mas também é verdade que se reveste de um simbolismo que é preciso conhecer para entender a motivação para a existência deste dia. Eu escolho ser mulher 364 dias por ano porque efectivamente tenho que exercer em cada um desses dias os meus direitos e obrigações como cidadã e humana que sou. Esta é a minha escolha!
Sem imagem de perfil

De Mz a 08.03.2012 às 15:53

Tenho um carinho muito especial pela Senhora D. Helena Sacadura Cabral :)

Sobre este dia, nntes de ser um dia mais ou menos fútil dependendo do que se festeja, fica a história;

"Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher".

Com respeito,
Mz
Sem imagem de perfil

De Helena Sacadura Cabral a 09.03.2012 às 21:04

Conto esse episódio aos meus alunos de Economia. E estou-lhes grata por essa luta que haveria de frutificar e nos conduzir por novos caminhos.
Mas ainda falta igualdade. Que também compete às mães ensinar aos filhos que educam.
Eu esforcei-me por isso na educação que lhes dei. Não pretendo ser igual aos homens e quero ter o direito de ser diferente, porque adoro ser mulher. Mas lutei e luto para que " a trabalho igual, salário igual" e para "uma igualdade de oportunidades".

Comentar post


Pág. 1/6





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D