Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O caso Pedro Rosa Mendes, a partir do minuto 29.

por Luís M. Jorge, em 02.02.12

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

De Patrícia Reis a 02.02.2012 às 08:59

Vejam a partir do min 29, sim, não só por causa da censura a Pedro Rosa Mendes, mas ainda para verem como há outras razões para estarmos preocupados. Fui corrida de um jornal por escrever sobre a compra de uma parte da Zon por Angola. Azar, os mesmos angolanos estão na administração do jornal onde escrevia a dita da crónica. Não gostaram, mandaram reformular o jornal. Há várias outras histórias de censura. Mas há coisas relevantes - e não relvantes - que são a perda de liberdade. Pergunta Clara Ferreira Alves quem comprou a Tóbis onde está o arquivo da guerra colonial. Pergunto eu: sabemos nós todos os investimentos angolanos dos últimos cinco anos? Da SIC à Caras, do putativo novo canal que Miguel Relvas quer privatizar à PT, digam lá, o que é nosso e o que é de quem? E, já agora outra coisa: Miguel Relvas, Miguel Relvas, Miguel Relvas. O Primeiro Ministro não se chama Pedro Passos Coelho? Parece que não.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 10:13

Patrícia, isso é importante e tem de ser divulgado por ti com outro destaque que não o de um comentário. Julgo que temos ao nosso alcance um poder de denúncia e de formação da opinião pública que era importante exercitarmos.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 10:13

Isto sem desvalorizar o comentário propriamente dito, pelo contrário.
Sem imagem de perfil

De muana kale a 02.02.2012 às 11:13

Não vais alongar mais nestes paleio.. Pá
eu ja falastes muito nos respeitante:
Chegou nossa hora... Agora voces vais começar a chamar nós de Patrão...
Não sei como fala patrão em chines..vai aprendendo também...

Muana kalé / Rei do churrasco e muanba.
Não respondes, vais ficar zangada com respostas.. Pá.
Sem imagem de perfil

De VF a 02.02.2012 às 14:03

Tem juízo, pá.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 02.02.2012 às 09:27

Na verdade, quando se afasta alguém por delito de opinião, por muito controversa que ela possa ser, é um pedaço de liberdade de expressão que se afasta, um pedaço da nossa liberdade conquistada que se perde.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 10:15

O problema para mim é que estas questões estão mesmo partidarizadas, como quase tudo em Portugal. O que há um ano ou dois era um grave ataque à liberdade de expressão é hoje o exercício de um dever de obediência hierárquica ou empresarial. Isto preocupa-me muito.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 02.02.2012 às 12:46

O problema é também o de uma certa inconsciência colectiva que grassa, porque isto só não preocupa os inconscientes.
Sem imagem de perfil

De ana cristina leonardo a 02.02.2012 às 13:38

É de facto extraordinário como o caso manuela moura guedes gerou tanta (e justa) indignação e agora o caso Pedro Rosa Mendes vai passando pelos intervalos da chuva que ainda por cima tarda.
A incapacidade crítica das elites portugueses (chamo-lhes assim para abreviar o comentário), incapazes de pensar sem recurso à cenoura partidária, explicará muito do que se passa.
Pensar pela sua própria cabeça é um exercício difícil e, sobretudo, muito caro num país em que todos acabam por ser primos do primo de algum primo. Basílio volta, estás perdoado.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 16:13

Enquanto for só o Basilio, menos mal. Mas já vejo um filósofo franco-helénico a acenar devagarinho. E quem o condena?
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 02.02.2012 às 17:30

Parece que se confirma mesmo a ligação entre a crónica e o fim do programa. É lamentável este acto de censura, sabendo nós todos como é pesada a mão de Angola naquilo que é seu. Pedro Rosa Mendes sabe-o melhor do que nós todos e já foi perseguido por denunciá-lo, o que dá inteira credibilidade à sua versão. É importante o que diz o Daniel Oliveira: este caso é um bom barómetro para o que vai acontecer (ou já está a acontecer) à nossa liberdade de imprensa no que toca a assuntos de Angola, se a RTP for privatizada e houver (e haverá...) capital angolano na nova empresa. Inaceitável.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 22:40

O comentário do outro caramelo, o Pedro Nunes, foi muito bom porque foi ao osso do problema: a privatização da RTP e a sua putativa entrega a Angola.
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 22:41

De qualquer modo isto não passa sem um grande bruá, com ou sem crise.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 03.02.2012 às 01:53

É, esse osso é o mais duro de roer.
Sem imagem de perfil

De Fernando Marques a 02.02.2012 às 21:58

Volta Socrates estás perdoado......
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 02.02.2012 às 22:41

Já faltou mais, já.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 03.02.2012 às 01:54

Não está perdoado, não.
Não misturemos as coisas.
Sem imagem de perfil

De Fernando Marques a 03.02.2012 às 18:06

Claro que o Sócrates está perdoado. Face ao que vamos assistindo com este Governo prefiro um 1º Ministro arrogante(?) mas que encarou os problemas de frente, dando a cara, do que este governo do qual ninguém sabe quem governa e que se esconde atrás do FMI.
Este governo tem feito as piores diatribes, como as nomeações escandalosas, a censura com despedimentos na comunicação social, os tribunais estão paralisados sem que os gabirus faltosos sejam condenados (queres que te lembre os nomes deles???), etc.etc.
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 03.02.2012 às 19:40

"que encarou os problemas de frente"?? Desculpe, mas de quem é que está a falar? Do Sócrates não é, com toda a certeza.
E não precisa de lembrar-me nada, a minha memória não é tão curta como a sua.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D