Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Orgulhosamente acompanhados (2)

por João Carvalho, em 14.01.09

A introdução de juros mais elevados na dívida externa de Portugal deve-se ao risco dos empréstimos contraídos, que são imparáveis. Ou seja: o País aumenta a dependência e perde o crédito. O governo reagiu com grande inteligência e frontalidade: não somos os únicos! Só que vale a pena ficarmos atentos a um detalhe que há-de interessar ao PS. Vejamos.

Segundo a leitura dos mercados externos, as reformas políticas em Portugal são incipientes e os seus resultados mostram-se insuficientes. Mais: os observadores internacionais avisam que não auguram nada de bom para nós, se o PS vier a ganhar as legislativas sem maioria absoluta.

Ora aí está: não sei porquê, cheira-me que Sócrates só ouviu a última parte...

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 14.01.2009 às 09:17

Pode ser que alguém lhe leia a primeira, e esqueça a estupidez do TGV!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.01.2009 às 13:14

Pode. Também pode ser mais uma das muitas conversas de surdos...
Sem imagem de perfil

De Amêijoa Fresca a 14.01.2009 às 09:33

Os (des)Governos "socialistas" /
vivem à custa do endividamento, /
comportam-se como "artistas" /
na arte do deslumbramento!

A meio da década passada, /
em 7% estava a dívida externa nacional, /
com os 200% nesta década, /
é a falência de Portugal.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 14.01.2009 às 13:12

Mas que frescura!
Sem imagem de perfil

De João Sousa a 14.01.2009 às 22:29

Eles não auguram nada de bom se o PS não tiver maioria absoluta? Significará isso dizer que auguram se a tiver?

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D