Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Vale a pena ir a Serralves até 29 de Janeiro ver a exposição de fotografias do alemão Thomas Struth. Tiradas entre 1978 e 2010, incluem paisagens urbanas e ambientes industriais de impressionante complexidade, transformados em cenários quase irreais pela ausência dos humanos (em muito poucas se vêem pessoas) que afinal os construíram. Uma série de imagens obtidas no interior de florestas contrapõe a complexidade natural à humana e há também fotos de templos religiosos servindo a sua principal função nos dias que correm (de atracção turística), retratos de famílias de vários países e ainda algumas fotografias tiradas no interior de museus. E são estas últimas que me fazem achar super-irónico o facto de, ao contrário do que é habitual em Serralves, ser proibido fotografar. Ou seja: é proibido fotografar no interior de um museu que apresenta uma exposição de fotografias que incluem fotografias tiradas no interior de museus. Enfim... Resta-me colocar aqui uma foto tirada há meia dúzia de anos, precisamente em Serralves, durante a exposição dedicada a Paula Rego.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 12.11.2011 às 22:38

Excelente foto, JAA. Paula Rego inconfundível, como sempre.
Imagem de perfil

De João Severino a 12.11.2011 às 23:30

No quadro parecem o Sócrates, Papadreau e Berlusconi...
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 13.11.2011 às 00:15

Vi essa exposição de Paula Rego em Madrid e fiquei definitivamente rendida. Raras vezes tenho visto um conjunto de quadros com tanta força.
Quanto ao post, também acho graça à ironia da proibição de fotografar. É o velho ditado "faz o que eu digo, não faças o que eu faço".
Sem imagem de perfil

De Luís Lavoura a 14.11.2011 às 10:13

uma foto tirada há meia dúzia de anos, precisamente em Serralves

Eu julgava que fosse proibido tirar fotografias em museus. Em Serralves não é?

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D