Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Delito contra o preconceito.

por Luís M. Jorge, em 05.11.11

Angustiado com o alerta do jaa para o preocupante anti-germanismo alimentado de ressentimentos que prolifera entre nós, resolvi ficar atento às suas manifestações durante o fim de semana. Fiquei logo a saber que o nosso blog ainda é um reduto virginal de tolerância ecuménica. Hoje, certamente com intenções profilácticas, o Rui Rocha denunciou a Grécia por fazer um censo dos beneficiários de pensões (de facto, é um comportamento inaceitável), enquanto o Pedro nos revelava a eloquente história da ilha turística (ou seja, de calaceiros) em o Ministério da Saúde grego descobriuinvestiga a atribuição de 700 pensões aparentemente fraudulentas: estranho país este, em que o Estado faz alguma coisa para detectar abusos e corrigir os abusos que detecta.

 

Também eu estou chocado — chocado!— com o anti-germanismo que prolifera.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Fausto Costa a 05.11.2011 às 19:09

• MUITA ATENÇÃO AOS BANCOS PORTUGUESES : ALARME GERAL
O seu dinheiro pode estar em sério risco, pois que de fontes seguras dentro do próprio sistema bancário e por fugas de informação, nos dão conta que os bancos portugueses estão com o risco (alguns deles) de encerrarem nos próximos meses. A forma mais segura é transferir os seus depósitos para bancos estrangeiros a operar em Portugal.

Milhões de euros estão a sair diariamente de Portugal para offshores, a um ritmo nunca antes visto, 9 milhões por dia, o que é um sintoma de que as classes mais abastadas e os ricos acham que já não é seguro ter dinheiro em depósitos em bancos nacionais, pelo que estão a colocar o dinheiro deles a salvo.
Você pode ser apanhado nesta crise e ficar sem as suas poupanças de um dia para o outro, se nada fizer para se proteger.

O CAOS APROXIMA-SE A PASSOS LARGOS
Este contexto, no entanto, presta-se a: explosões sociais, a paralisia política e / ou instabilidade, o retorno à recessão global, o medo sobre os bancos, guerra cambial, o desaparecimento de mais de dez triliões de dólares em activos fantasmas em três meses, com duração generalizada e aumento do desemprego …

Se você é um accionista ou cliente de um banco que pode entrar em colapso na primeira metade de 2012, há, naturalmente, precauções a tomar.

Os bancos estão assim a registar quedas acentuadas nos dois lados do Atlântico. O índice europeu Stoxx para a banca está a descer 5,77% para 133,65 pontos, com os 48 membros que o compõem a descer. Só dois bancos não estão a descer, porque não estão a negociar hoje. São o Ernste Bank e o Raiffeisen Bank, ambos austríacos.
Os restantes membros estão a verificar perdas acentuadas. O que mais cai é o Société Générale, que perde 16,30%, seguido do National Bank of Greece, que cede 15,12%. O italiano Intesa Sanpaolo, o grego Piraeus e o franco-belga Dexia estão a perder mais de 13%.

A realidade é que os bancos estão descapitalizados, não há dinheiro para emprestar e por isso está em causa a sua própria sobrevivência que no 1º semestre de 2012 provocará a falência dos mais expostos a esta divida.

Eis apenas algumas noticias mais, dão-nos sinais claro de alarme e preocupação na sociedade portuguesa, como:

Portugal com «risco elevado» de tensões sociais
http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/tumultos-tensoes-sociais-oit-emprego-agencia-financeira-confrontos/1294488-1730.html
Transferências de Portugal para offshores aumentaram 700%
http://sicnoticias.sapo.pt/economia/article729353.ece
Risco de bancarrota dos principais bancos dispara
http://aeiou.expresso.pt/risco-de-bancarrota-dos-principais-bancos-dispara=f684652
BCP e BES afundam mais de 10% e levam PSI-20 a cair mais de 4%
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=516305
Banca mundial afunda com receios de incumprimento da Grécia
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=516323

Como referiu um economista junto de uma grande instituição de observação económica, sediada nos EUA:

"É provável, no primeiro semestre de 2012, uma dizimação dos bancos ocidentais.
De facto, tratar-se-á de uma tripla dizimação que culminará com o desaparecimento de 10% a 20% dos bancos ocidentais no decorrer do próximo ano:
- uma dizimação dos seus efectivos de pessoal
- uma razia nos seus lucros, que actualmente já estão a cair em mais de 80% na maioria deles.
- e, por fim, uma dizimação do número de bancos"
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 05.11.2011 às 22:34

Luís: valha-nos o sentido de humor, que ainda não é alvo de imposto. Abraço.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D