Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Lisboa antiga (44)

por Pedro Correia, em 26.10.11

 

RUA DAS JANELAS VERDES

(O Ramalhete)

 «Um momento caminharam em silêncio. Depois, na Rua das Janelas Verdes, o Alencar "quis refrescar". Entraram numa pequena venda, onde a mancha amarela de um candeeiro de petróleo destacava numa penumbra de subterrâneo, alumiando o zinco húmido do balcão, garrafas nas prateleiras, e o vulto triste da patroa com um lenço amarrado nos queixos.»

Eça de Queiroz Os Maias

Foto: blogue Os Maias

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 26.10.2011 às 20:57

Eis o largo em frente a Igreja de Santos-o-Velho onde tomava autocarros, eléctricos e conversava com os amigos da zona, situado junto ao meu bairro da Madragoa. As Janelas Verdes por onde passava diariamente entre a Rua da Esperança e as instalações provisórias da Faculdade de Ciências na 24 de Julho... eis a minha Lisboa de estudante durante 5 anos na capital... nostalgia, saudades e não sei que mais sentimentos me despertou esta imagem.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.10.2011 às 22:32

Eis precisamente um dos objectivos desta série, Carlos: suscitar o testemunho dos leitores associado às zonas de Lisboa que aqui trago diariamente a pretexto da revisita das obras mais emblemáticas de Eça.
Sem imagem de perfil

De Carlos Faria a 26.10.2011 às 23:03

Objectivo alcançado... e inclusive esta obra era frequentemente referida nos que partilhavam a casa e conheciam bem a importância da Rua da Janelas Verdes nos Maias
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 26.10.2011 às 23:37

Exacto. Basta ser aí que se situa, segundo a tradição, o casarão dos Maias, O Ramalhete.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D