Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Apetites

por Leonor Barros, em 24.10.11

Nunca me tinha acontecido. Aconteceu-me um destes dias enquanto andava displicente de cabeça no ar, admirando salas e pormenores como se fosse a vez primeira que punha pé ali dentro e me aventurava além das fachadas imponentes, as mesmas que me acompanham há décadas, cobertas de neblina, tão góticas e tão misteriosas, e adentrava torreões e claustros prenhes de santos monumentais em esgares místicos. Assim, de repente, vindo do nada, e sei que foi enquanto andava mesmo de cabeça no ar, a vertigem breve da admiração de sempre Mas como? Como é que aqueles gajos naquela altura fizeram isto? pensamento recorrente sempre que me encontro com obras além do seu tempo. E terá sido aí que me apeteceu um livro. Apeteceu-me um livro como apetece uma peça de fruta lustrosa e voluptuosa, um naco de bolo de chocolate húmido, um copo de vinho tinto degustado à lareira em dias de invernia, e apeteceu-me tanto. Devorar palavras, galgar páginas, deglutir vírgulas e pontos e sentar-me depois tranquila e digerir o prazer de palavras e mundos. Era um vez uma vez um rei que fez promessa de levantar um convento em Mafra. Era uma vez a gente que construiu esse convento. Era uma vez.

 


fotografia minha

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 25.10.2011 às 00:31

Foi uma das obras de Saramago que mais gosto me deu ler. Verdadeiramente notável, sendo que, de todas as que li, talvez "O Evangelho..." seja de todas a mais bela. Degustar livros é bom, não é?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 25.10.2011 às 13:42

Gosto muito do Memorial e como sou de Mafra tem um sabor muito especial. Rima e é verdade. É óptimo, Luis, às vezes também os depenico :)
Sem imagem de perfil

De Carlos Cunha a 25.10.2011 às 14:24

saramago não construiu o convento de mafra, não o tornou mais belo, mas tornou-o "mais nosso".

é tão raro alguém lembrar isso. e o seu post fez-me recordar a forma como li o memorial.
que prazer...

Imagem de perfil

De Leonor Barros a 25.10.2011 às 14:28

É verdade, Carlos. Para mim que cresci em Mafra com aquele monumento a quem nunca dei importância, o Memorial veio humanizá-lo. No dia que descrevo no texto senti mesmo uma vontade de o reler ao ter revisitado o Convento, como aqui lhe chamamos, isto quando não é o Calhau :)
Imagem de perfil

De Ivone Mendes da Silva a 25.10.2011 às 18:34

Leonor, gosto de ter ver assim, displicente de cabeça no ar. Resulta muito bem. :)
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 25.10.2011 às 23:01

Obrigada, Ivone. Ultimamente não está fácil.
Sem imagem de perfil

De Ana a 26.10.2011 às 13:47

Obrigada pela recordação que nos deixa esta boa foto do imponente Convento de Mafra que tão envolvido está na obra de Saramago. Li há muito tempo o excepcional "Memorial do Convento" do qual recordo, a história de amor entre Blimunda e Baltasar Sete-Sóis , a Passarola e pouco mais, mas, para mim " O Evangelho segundo Jesus Cristo" superou aquele; de momento revisito Saramago na obra " O Ano da Morte de Ricardo Reis" que já se tornou no livro que anda sempre por perto, a jeito de ... a qualquer momento se lhe poder pegar, o que me leva a concluir que por alguma razão dizem ser a melhor obra do autor, cujas outras obras não me suscitaram tanto ou nenhum interesse/gosto. De facto, Saramago… tornou o Convento mais nosso como é referido por C.C.
A excelente perspectiva do belíssimo convento, trazida aqui por L. Barros, que cumprimento, levou-me a este divagar que certamente não era o propósito da autora do post.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 26.10.2011 às 13:57

É um prazer e uma honra que os meus posts levem os comentadores a divagar e a sentir, Ana. Eu é que agradeço. Além do Memorial do Convento, gosto muito d 'As Intermitências da Morte. Estou agora curiosa com Clarabóia até pela distância. Muito obrigada e volte sempre.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D