Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Belisquem-me

por Leonor Barros, em 18.10.11

Será que ouvi bem e que não vai haver cortes nas pensões vitalícias dos ex-políticos? Não basta agradar à Troika, senhores governantes. Há que governar de forma séria, honesta e justa. Tenham vergonha na cara e mostrem que são capazes.

Autoria e outros dados (tags, etc)


31 comentários

Sem imagem de perfil

De lucklucky a 18.10.2011 às 14:52

Ouviu muito bem. Até há uma linha "bonita" específica.

http://oinsurgente.org/2011/10/18/ele-ha-coisas-e-coincidencias/

http://oinsurgente.org/2011/10/18/ele-ha-coisas-e-coincidencias-2/
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:30

Estou encantada com Passos Coelho e companhia. VERGONHOSO!!!!!!!!!! (Desculpe-me o grito mas estou indignada!)
Sem imagem de perfil

De Anónimo Desconhecido a 18.10.2011 às 14:53

Pois tem muita razão, mas vou lhe responder à Pedro Correia :" Pois está bem, e já cortaram os subsídios aos ex-governantes da China e da Coreia e de Cuba? isso é que é importante !"
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:21

E eu respondo-lhe à Leonor Barros: neste momento estou-me nas tintas para Cuba, a China e a Coreia. Estou em Portugal e estou à beira de utilizar epítetos pouco agradáveis a esta cambada que nos (des)governa. É que não basta parecer melhor do que o Sócrates, há que prová-lo. Vi pouco, além de ares de pechisbeque de cachorros de orelha murcha. Mostrem de uma vez por todas que são melhores do que os anteriores.
Sem imagem de perfil

De Anónimo Desconhecido a 18.10.2011 às 16:29

Quase completamente de acordo, só discordo de ainda achar que estes Jotinhas são melhores do que os anteriores, é que estes são os anteriores dos anteriores, esta situação não foi criada em 6 anos.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:38

Eu não acho nada disso, eu acho que são todos a mesma cambada. É que isto não foi criado em seis anos, é claro que não. O que escrevi tem mais a ver com esta distância que o PSD e os governantes querem demarcar de Sócrates. Quero ver mais, muito mais para acreditar e desconfio que já é muito tarde. Só espero que o povo acorde e se manifeste. Não falo de greves, não vou fazer greve, não é altura para isso, já basta de roubos.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.10.2011 às 16:52

Vou eu responder-lhe à Pedro Correia, pois não preciso que ninguém fale por mim - e muito menos um anónimo: Pedro Passos Coelho, por uma questão de princípio, recusou receber a subvenção vitalícia da Assembleia da República a que tinha direito. Foi, tanto quanto sei, o único deputado que a recusou.
Sem imagem de perfil

De singularis alentejanus a 18.10.2011 às 15:01

Não é precisa beliscarem-na, eu também ouvi e li.
E mais uma vez neste famigirado rectangulo, dito de País não se aplica o velho e sempre actual lema: o exemplo vem sempre de cima.
Lamentável, e porque não dizê-lo, perigoso também.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:21

Asco, asco puro, por gente que exige sem dar o exemplo.
Imagem de perfil

De Laura Ramos a 18.10.2011 às 15:05

Teria sido uma boa altura para dar o exemplo.
Mas o requiem deve estar por pouco.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:22

Teria pois. Vergonhoso! (Por este andar ainda fico sem pontos de exclamação)
Sem imagem de perfil

De sonderfall a 18.10.2011 às 15:15

E no Banco de Portugal também não
http://economico.sapo.pt/noticias/banco-de-portugal-fora-dos-cortes-da-funcao-publica_129310.html
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:23

São um Sonderfall :)
Sem imagem de perfil

De João André a 18.10.2011 às 15:18

Segundo já por aí li, essas pensões não pagam subsídio de férias nem 13º mês. Por isso estão isentas.

Isso não impediria, no entanto, que sofressem um cortezinho de 14,8%, que é o que os outros sofrem na prática.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 16:25

Nesta altura se todos estamos a contribuir, o mínimo exígivel a quem nos governa é que sejamos todos sem excepção. Todos, repito. Então cortam-se subsídios e ordenados e esses senhores continuam felizes e contentes, ainda por cima tendo contribuído para este estado calamitoso de coisas?
Sem imagem de perfil

De cr a 18.10.2011 às 17:14

O mais possivel de acordo consigo Leonor, tome o poder e voto já em si.
É claro que não passam todos de um bando de corjas,que para mostrarem que vão arrumar muito bem a "casa " se esqueceram de quem lá vive, ou melhor, quem vai deixar de viver, porque o povo vai morrer á fome. No entanto a Sra. Ângela está a adorar os parolos que quiseram dar mais passos que a própria perna. Todos vão rir imenso, destas cobaias á beira mar plantados, esquálidos e rotos com ar azulado de mortos vivos.
Temos pena, resolvemos o défice e morremos todos de fome.
As medidas tomadas têm um enorme reverso da moeda, que é o sofrimento e mais sofrimento, mas existem intocáveis, pois esses sempre existirão, SEMPRE! (só os inocentes acham que não)
Até hoje decorridos todos estes meses, a única coisa que conseguimos foi o aplauso da senhora Ângela portanto estamos todos de bobos da corte para ela se rir. Melhor é fechar as portinhas do País e lançarmo-nos ao mar, na esperança que apareçam meia dúzia de tubarões martelo que nos apreciem de facto e que sejam rápidos, quanto mais depressa melhor porque depois só temos ossinhos gastos e os mais farfalhudos já estão a viver junto aos amiguinhos da Ângela, onde os filhinhos tiraram os cursos.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:31

Estamos perdidos, não tenho qualquer dúvida, cr. Nem entendo como é que a Troika não elabora um programa rigoroso mas que não nos arraste a todos para a miséria.
Imagem de perfil

De Rui Rocha a 18.10.2011 às 18:57

Indignação plenamente justificada, Leonor. Como prova o facto de Vítor Gaspar ter vindo apressadamente pôr cobro ao assunto. Mas, infelizemente, situações destas não vão faltar nos próximos tempos. Intencionais ou não, são absolutamente de evitar. Os tempos não estão para coisas destas.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 18.10.2011 às 19:46

Percebo a tua indignação, Leonor. Mas o ministro das Finanças - como o Rui já indicou - acaba de anunciar que esta situação será corrigida. Isto confirma a importância da imprensa e das redes sociais como factor de permanente alerta ao Governo e é também um sinal de que Vítor Gaspar está atento às críticas. De qualquer modo convém assinalar que a proposta de Orçamento de Estado, quando chega ao Parlamento, é um documento aberto e não fechado - isto é, pode ser alterada nos debates, nomeadamente na comissão especializada, por iniciativa dos grupos parlamentares. Estamos precisamente nessa fase.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:40

Pedro, ainda bem que a imprensa e as redes sociais são importantes mas quando se pedem tantos sacrifícios aos portugueses, era de esperar que fossem feitos ajustes e cortes em todos os sectores e não apenas nos que estão à mão de semear. E que fosse feito um trabalho sério com respeito por todos nós. Não me chega que tenha sido corrigido. Devia tê-lo sido antes. Resta saber quantos casos não estão ainda escondidos. Acredita que cada vez tenho menos respeito por este governo. Não sou PSD, não votei neles, mas confesso que depois do Sócrates tinha uma ténue esperança de que houvesse seriedade a abordar um momento tão grave da nossa história. Não vejo nada.
Sem imagem de perfil

De Ana a 18.10.2011 às 20:07

Exactamente, mas foi melhor assim. Ainda estou na fase do "acreditar neles".
Diziam que tecnicamente não era possível. Então estes senhores não têm poderes para emitir um despacho?
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:40

Eu não. Já deixei de ter a mínima esperança.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:33

Esse é o meu ponto, 'os tempos não estão para coisas destas'. Não aceito esquecimentos nem lapsos. Não se admite.
Sem imagem de perfil

De Maria_S a 18.10.2011 às 19:07

Sabe o que me custa? Nós bem podemos falar, barafustar que eles continuam a fazer o que bem entenderem.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:34

Isso é o mais certo. Estes e todos os outros. Mas desabafar alivia e nunca tive tanta vontade de desabafar.
Sem imagem de perfil

De io a 18.10.2011 às 19:13

Vergonhoso!
Seria uma boa campanha para a imprensa ...se os "donos" dos jornais e dos srs jornalistas" dessem "licença".
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:35

Vergonhoso, nojento, tudo, io. Uma total falta de respeito por todos nós.
Imagem de perfil

De António Manuel Venda a 18.10.2011 às 20:07

Leonor, isto não faz sentido nenhum. Nem primeiro estarem fora dos cortes nem agora terem sido incluídos à pressa. As subvenções políticas devem deixar imediatamente de ser pagas, pois são um roubo legal que só deve envergonhar-nos. As pessoas que estiveram na política devem reformar-se na idade que está prevista para a generalidade das pessoas, sendo que o que descontaram dos ordenados recebidos por funções políticas deve contar para a formação da respectiva pensão como qualquer outro desconto que tenham feito, de outra actividade.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 18.10.2011 às 21:42

Exactamente, António. Esta inclusão à pressa é só porque se tornou demasiado escandaloso e isso só prova a incapacidade de abordarem os problemas de forma consciente e honesta. Nós merecíamos mais.

Comentar post


Pág. 1/2





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D