Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




À atenção dos (des)governantes deste país

por Leonor Barros, em 17.10.11

Como parecem rápidos a cortar mas muito pouco céleres a acabar com a mama, leiam com atenção este post do João Eduardo Severino que subscrevo inteiramente. Pode ajudar-vos a moralizar este país. É capaz de haver outra solução além de cortar sistematicamente aos outros. A bem de todos, façam-me um favor e leiam. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Imagem de perfil

De João Severino a 17.10.2011 às 17:22

Caríssima Leonor: Você é uma querida e compreendo agora que o texto é importante. Quando o li e publiquei nunca pensei que alguém lhe desse importância porque trata-se de matéria que todos comentamos à boca meio aberta. Foi um leitor do PPTAO que me enviou há três dias e eu estava quase a enviá-lo para o lixo. Só pelo link da Leonor já valeu a pena. Beijo de agradecimento.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 17.10.2011 às 17:30

Eu é que agradeço, João. O post consubstancia tudo aquilo de que nos queixamos e que urge resolver de forma sucinta e objectiva. Vamos esperar que alguém nos leia. Beijinhos :)
Sem imagem de perfil

De CAL a 17.10.2011 às 18:21

Tivessem sido postas em prática essas medidas de contenção de gastos do Governo, diminuiria o sacrifício dos portugueses e melhorava a imagem dos políticos e deste Governo. Infelizmente são idiotas e, também, por isso, nos custam muito caro.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 17.10.2011 às 18:26

Precisamente. Não consigo entender.
Sem imagem de perfil

De Isabel T. a 17.10.2011 às 19:27

Este texto parece mais uma petiçao.
Aposto como levava daqui muitas assinaturas.
Temos de fazer alguma coisa para estes,governantes mudarem mentalidades.
Imagem de perfil

De Leonor Barros a 17.10.2011 às 20:13

Temos mesmo, Isabel. É lamentável que nada seja feito contra isto. Se é para cortar a direito, vamos a isso. Já que começaram pelos funcionários públicos, não se acanhem!!!!
Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.10.2011 às 23:09

Seriam excelentes medidas na maioria. Mas caso não saiba significaria também desemprego para muitos funcionários públicos.


Sem imagem de perfil

De lucklucky a 17.10.2011 às 23:13

"Assim e desta forma, Sr. Ministro das Finanças, recuperaremos depressa a nossa posição"

Isto está errado. A nossa posição deve-se ao crédito.
Nós não produzimos riqueza para estarmos na nossa posição.
Todas as medidas que o Governo está tomar serão definitivas se não produzirmos mais riqueza.
Sem imagem de perfil

De Tiro ao Alvo a 18.10.2011 às 09:14

Eu também concordo, na generalidade, com o Post que refere. Mas, se fossem seguidos todos os conselhos do Severino, era necessário mandar construir rapidamente três ou quatro cadeias para os vigaristas de colarinho branco, que andam por aí, despudoradamente, a enganar a malta. E isso, também, iria iria aumentar a dívida pública... Seria uma dívida virtuosa, mas era dívida.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D