Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




De facto, venha para Lisboa

por Luís Menezes Leitão, em 27.09.11

 

Não é necessário fazer nenhum apelo para que os grafiteiros venham para Lisboa, pois eles já cá estão há muitos anos. Há muito que sabemos que a Câmara de Lisboa é amiga dos grafiteiros. Não é amiga é do povo de Lisboa. É por isso que é isto que vemos em toda a Lisboa. Alguns graffitis podem ter alguns laivos artísticos, mas isso não justifica a utilização da propriedade alheia sem consentimento dos seus donos. A esmagadora maioria dos graffitis é pura e simplesmente horrível, gerando um ambiente degradado. Por mim, é Rui Rio que pode descer a Lisboa que faz cá muita falta.

Autoria e outros dados (tags, etc)


8 comentários

Imagem de perfil

De João Severino a 27.09.2011 às 16:19

Tem razão, Luís. Qualquer lisboeta tem vergonha do que se passa pela cidade e... pela Câmara. A propósito, quantos dias faltarão para o Zé ir para o olho da rua?...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.09.2011 às 17:14

Só o Zé? Há mais gente que o devia acompanhar! É de bradar aos céus o que por aí se vê!
Imagem de perfil

De Luís M. Jorge a 27.09.2011 às 17:12

Deus nos livre e guarde.
Imagem de perfil

De Bic Laranja a 27.09.2011 às 18:11

Considerando o preço do m2 deve a C.M.L . estar a oferecer a artistas mais que duvidosos os cavaletes mais caros do mundo. E goza despudoradamente com os lisboetas pelo mesmo preço.
Esta obra de street » arte era tão valiosa que o camartelo já fez o seu serviço. Talvez ainda tenham dado indemnzação ao amigo sul-americano do Sócrates que patrocinou a badalhoquice.
Saldanha, nº 4-8, dois prédios que já lá estavam antes del-rei D. Manuel ter inaugurado a estátua do Duque na Rotunda das Picoas. O nº 4 albergou a Direcção Geral de Turismo. Desde 1971 que ninguém lhe fazia obras nem a isso foi obrigado. - Obrigado C.M.L .!
Bem pode a cavalgadura do Costa limpar as mãos à parede antes de arrotar «reabilitação».Cumpts .
Sem imagem de perfil

De Sérgio de Almeida Correia a 27.09.2011 às 18:56

O prédio que ilustra o post é bem a imagem de que o seu proprietário não merecia outra coisa.

Um edifício como esse, devoluto, a cair aos bocados, sem portas nem janelas, pura e simplesmente abandonado, que deve ter no seu interior um bom depósito de entulho, teve o tratamento que merecia.

Seria bom saber o que leva o seu ou os seus proprietários a deixarem-no nesse estado. Não deve ser só a lei das rendas.
Imagem de perfil

De Luís Menezes Leitão a 27.09.2011 às 19:56

O proprietário era público ao que parece. Quanto ao estado da maioria dos prédios privados é de facto devido à lei das rendas. Onde quer que os proprietários vão buscar dinheiro para os reabilitar? Ao ar?
Sem imagem de perfil

De baudolino a 27.09.2011 às 19:52

e a sra arquitecta por onde??
Sem imagem de perfil

De .... a 07.02.2012 às 13:22

Vê-se logo que não percebes nada disto pa!

Devia de haver mais apoio aos writers! acho muito bem a câmara de Lisboa fazer o que tem feito, pois a cidade tem ficado melhor, com mais sítios onde se pode ir pintar.

Quanto mais se vai contra pior! vejam as outras cidades da europa!
é por causa destas mentes fechadas que temos em Portugal que isto não anda para a frente! país de velhos, mentalidade retrograda!

Cada um tem direito a sua opinião e esta é a minha. Detesto é ver pessoas armadas em entendidas, quando de nada percebem disto.. faz lembrar a casa de serralves.. andava tudo a falar em graffiti, mas na realidade o que lá apresentaram, foi uma valente M****, que de graffiti não tinha nada!

informem-se antes de abordarem um assunto!!

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D