Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Liderar é um verbo transitivo

por Pedro Correia, em 12.01.09

Ouço dizer que Manuela Ferreira Leite é "líder da oposição". Ora isto não é verdade. Desde logo, não existe uma oposição: existem oposições - de sinal contrário e com visões antagónicas da sociedade. Mas liderará ela a oposição ao Governo socialista? É manifesto que não: o grande combate a Sócrates tem sido feito pela esquerda, com Manuela Ferreira Leite quase sempre ausente. E será o PSD um partido verdadeiramente de oposição? No dia 5 de Dezembro, quando os deputados sociais-democratas salvaram o Governo ao faltarem à Assembleia da República, impedindo a aprovação de um projecto do CDS que previa a suspensão do processo de avaliação dos professores, fiquei com sérias dúvidas.

Ao menos será Manuela Ferreira Leite verdadeiramente líder do PSD? Lamento, mas também não: a ex-ministra das Finanças de Durão Barroso só lidera os 38% de militantes que a elegeram em Maio de 2008. E como o partido tem caído a pique nas sondagens de então para cá, talvez já nem muitos daqueles que nela votaram a reconheçam hoje como líder. Significativo é o repto que Alberto João Jardim acaba de lhe lançar, dando-lhe um mês para mostrar aos militantes que pode vencer Sócrates.

Liderar é um verbo transitivo: exige um complemento. Sem isso não faz sentido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


8 comentários

Sem imagem de perfil

De zedelisboa a 12.01.2009 às 00:49

Uma síntese esclarecedora:
Gonçalo Amaral é candidato do PSD
O actor João de Carvalho concorre à Câmara de Vila Franca pelo PSD

Amanhã, a assembleia do PSD da Área Metropolitana de Lisboa deverá votar os nomes de 17 dos 18 candidatos a apresentar nos concelhos da região.

Cecília do Carmo - locutora da RTP 2 candidata do PSD a Amadora


O PSD não percebe a mudança dos tempos. Esta a gerir os tempos com as mezinhas e os remedios do costume. Escolah de gene conhecida para obter o voto fácil.

E corre o risco de implodir: devia apostar em gente nova mas preparada, em gente que não tenha sob si a unica vantagem de ser conhecida.

Sem imagem de perfil

De Rogério Diniz a 12.01.2009 às 00:56

Quando o seu amigo Pedro Passos Coelho lá estiver vai ser diferente. Mal posso esperar para ver!

Imagem de perfil

De Pedro Correia a 12.01.2009 às 00:59

Olá, você por aqui? Mas a última vez tinha outro nome...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 12.01.2009 às 01:01

Sejamos justos. Manuela Ferreira Leite pode não liderar, mas se há coisa que ela sabe fazer é transitar. Ainda recentemente fez transitar Santana Lopes do bem-bom para candidato a presidente da câmara de Lisboa. E nem sequer pode ser acusada de estar a favorecer um amigo...
Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 12.01.2009 às 09:12

Também por isso, será interssante a entrevista hoje AJJ a Mário Crespo na SIC.
Sem imagem de perfil

De aires bustorff a 12.01.2009 às 09:52

a real oposição ao governo

é CSilva,
com seus mentidos e desmentidos
vetos e declarações subsequentes

há alguns acólitos aqui e ali
e também no PSD...

mas é lá
Presidencia
que se traça a estratégia
das trapalhadas recentes

bem explicitas na cena com MCrespo

a propósito

nunca mais soube nada do BPN,
Loureiro
superavit democratico da Madeira

temas importantes onde CSilva
e a Presidência
deverão ter uma palavra de esperança
para os portugueses

abraço
Imagem de perfil

De Carlos Barbosa de Oliveira a 12.01.2009 às 10:29

Excelente análise, Pedro, que subscrevo na íntegra...
Sem imagem de perfil

De Luis Melo a 12.01.2009 às 15:11

1 - por essa ordem de ideias, José Sócrates não é primeiro-ministro de Portugal... é apenas de 30 e tal por cento.

2 - As sondagens são, de há algum tempo a esta parte, instrumentos do "sistema". Quando se prevê a possibilidade de alguém - que promete acabar com o "sistema" - ganhar umas eleições, logo vêm as sondagens encomendadas para tentarem evitar a candidatura desta pessoa.

Foi o que aconteceu, se bem se recordam, com Rui Rio nas autárquicas de 2001. Rui Rio prometeu acabar com o "sistema" que existia à volta da C.M.Porto, e por isso os que viviam da corrupção e do compadrio apressaram-se a pedir sondagens que lhe davam a derrota.

Mesmo com sondagens que lhe davam 20% Rui Rio não desistiu, candidatou-se, lutou e venceu. Manuela Ferreira Leite promete agora fazer o mesmo. É assim mesmo. Estes são os bons políticos, que se regem pelos ideais e valores e não pelas sondagens ou opiniões.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D