Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sci-Fi: os meus filmes (15)

por João Campos, em 23.04.10

 

1. 2001: A Space Odyssey (Stanley Kubrick, 1968)

De todos os comentários que tenho escrito aos filmes desta lista, este foi o mais difícil. Se 2001: A Space Odyssey é, para mim, o melhor filme de sempre, é também um filme difícil de descrever, ou mesmo de sobre ele escrever. Começa-se por onde? Pela maior e mais fantástica elipse da história do cinema? Pelo silêncio que pauta a narrativa, mostrando o espaço com um realismo ainda insuperado, e interrompido, a espaços, por uma banda sonora fabulosa? Pela angústia da cena - sem dúvida os mais longos cinco minutos que vivi em cinema - em que Bowman deixa a nave no módulo para salvar o seu companheiro no abissal vazio do espaço, ou mesmo pela angústia de uma difusa sensação de solidão permanente que o filme transmite? Ou por Hal, o computador da nave e um dos mais famosos vilões que já apareceram em filme (apesar de, na prática, Hal nunca aparecer) a despedir-se de Dave com a mesma frieza com que desliga o suporte de vida dos astronautas? Podíamos também notar a atenção ao detalhe, imagem de marca de Kubrick e neste filme levada ao extremo, tornando-o, e digo-o novamente, no filme "espacial" mais realista feito até ao presente. Ou poderíamos divagar, e entrar nas discussões que começaram em 1968, ano de estreia do filme (há 42 anos): qual a origem dos monólitos? O que acontece aos astronautas na Lua quando o "alarme" dispara? Qual o significado da trip que ocupa o longo final do filme? O que acontece a Dave? Ascende a uma outra condição? A qual? Perguntas ainda hoje sem resposta, pelo menos para quem apenas viu o filme (há sequelas, e há os romances escritos por Arthur C. Clarke): mais uma prova da longevidade de 2001, filme que após quatro décadas continua a suscitar debate. A frase de Dave, "open the pod bay doors, Hal", ficou gravada na história do cinema. Com razão: naquele momento, e independentemente de quando vimos o filme, todos estávamos a sair para o espaço com Bowman.

Autoria e outros dados (tags, etc)


19 comentários

Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.04.2010 às 13:53

Ah! Este é indiscutível, sim.
Sem imagem de perfil

De Rxc a 23.04.2010 às 15:24

I could see that one coming... =)
Sem imagem de perfil

De João André a 23.04.2010 às 15:38

Não podia deixar de o ser. É O (com H grande) filme de ficção científica por excelência.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.04.2010 às 15:57

«É O (com H grande)»? Nunca tinha pensado nisso, mas é que é mesmo. Eheh...
Imagem de perfil

De João Campos a 23.04.2010 às 18:59

Muitos amigos meus, fãs de ficção científica também, diziam-me que o filme era "uma seca". Quando vi o filme tive um longo, mas longo debate com eles....
Sem imagem de perfil

De xtremis a 23.04.2010 às 16:24

Cá está, uma excelente escolha, a culminar uma lista muito interessante :)

Concordo com tudo o que o João disse, e não há qualquer dúvida de que se trata de uma obra prima.

Uma curiosidade (não podia ser um post meu sem um apontamento do género "sabia que..." ehehehe): o filme foi "concebido" mais ou menos em paralelo com o livro, num projecto de colaboração entre Kubrik e Clarke. Em vez de ser escrito um "screenplay" para o filme, foi criada a base da "novel", e cada uma das obras foi influenciada pela outra, com alterações ao livro com base nas filmagens do filme, e vice versa.

A "semente" foi uma "short story" de Clarke, intitulada "The Sentinel", de 1948. Essa "short story" estabelece o ponto de partida do filme, um "artefacto" misterioso, antigo e extra-terrestre encontrado na Lua pelo Homem.

A colaboração entre os dois génios (cada um na sua respectiva arte) não correu da melhor forma. Consta que Clarke, ao ver pela primeira vez o filme, saiu depois do primeiro intervalo, em lágrimas, pela maneira como a história foi retratada no filme. Não deixa de ser curioso, dado que tanto o livro como o filme têm críticas extrema e unanimemente positivas.

João, um excelente primeiro lugar :) Pessoalmente, provavelmente teria colocado "Blade Runner" em primeiro, mas o Blade Runner é um dos filmes da minha vida :)

E fico a aguardar novos posts sobre ficção científica, seja em forma de filme, livro, pastilha ou xarope ;) Senão, temos sempre o email para ir trocando umas ideias. Ou quem sabe até formar um grupo de apreciadores de sci-fi portugueses (desconheço se já existe alguma coisa do género).

Um grande abraço, extensível a todos os restantes comentadores desta interessante série de posts do João :)
Imagem de perfil

De João Campos a 23.04.2010 às 18:58

Bom, o Kubrick era especialista em fazer as suas próprias "adaptações"... mas conhecia essa história, sim.

Escreverei mais sobre ficção científica, certamente - ou antes, sobre o que é normalmente designado por "sf&f" (Science Fiction & Fantasy). É um dos meus temas preferidos. Por acaso ando há algum tempo a preparar um post sobre uma grande escritora do género, que considero ter sido revolucionária num aspecto muito particular do género. Vamos ver quando consigo ter isso pronto.

Sobre sf&f em Portugal, existe a Associação Épica, que costuma organizar algumas conferências anualmente, assim como o Fórum Fantástico, quando há meios para isso (no ano passado não se realizou por falta de patrocínios). Em 2008, trouxeram cá o escritor Richard Morgan, que deu duas conferências muito boas; e houve um tipo que a falar de Firefly/Serenity conseguiu adormecer o auditório da Faculdade de Belas Artes. Mas normalmente costuma valer a pena assistir. Havia também a Simetria, uma associação dedicada à ficção científica, mas creio que já desapareceu.

A si, meu caro, agradeço-lhe o seu interesse e as suas excelentes contribuições para esta minha série. Continuaremos a falar sobre o assunto, certamente!
Imagem de perfil

De José Gomes André a 23.04.2010 às 17:29

Boa escolha, mas não estaria no meu top5. De qualquer modo, é um filme notável, que permite dezenas de leituras e levanta várias questões. No próximo jantar (ceia?) conto-te como um professor meu de Filosofia da Religião deu uma aula a partir do filme! :)
Imagem de perfil

De João Campos a 23.04.2010 às 18:58

Ficarei à espera, então!
Imagem de perfil

De jose-catarino a 23.04.2010 às 20:59

Vi maravilhado o filme em Leiria, na minha adolescência, por entre os comentários parvos dos magalas que, aparentemente, só iam ao cinema para impedir que alguém pudesse ver um filme com atenção. Creio que em ecrã gigante. Concordo inteiramente com a escolha. Não perdeu actualidade.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 23.04.2010 às 22:49

É natural que não tenha perdido actualidade, meu caro. Basta ver que é futurista. Eheh...
Imagem de perfil

De João Campos a 23.04.2010 às 23:04

Bom, 2001 já lá vai...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 24.04.2010 às 13:03

Tens toda a razão, mas acho que o nosso amigo José Catarino não leva a mal o gracejo. E dou-te os parabéns (eu, vê bem!) pela série.
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 24.04.2010 às 00:05

Fechaste com chave de ouro esta excelente série, meu caro. Parabéns. Vai preparando a próxima.
Imagem de perfil

De João Campos a 24.04.2010 às 00:23

A próxima? Bom, vou ver se os meus próximos dias, que serão passados na aldeia, me inspiram para qualquer coisa!
Sem imagem de perfil

De Zé Dias da Silva a 24.04.2010 às 10:46

Bem me parecia que este ia ser o primeiro.
Concordo inteiramente.

A autora a que se refere é a Ursula Le Guin?
Se assim for, também é uma óptima escolha.
Imagem de perfil

De João Campos a 26.04.2010 às 21:27

Joan D. Vinge, que escreveu um "monumento" da literatura de ficção científica: The Snow Queen.
Sem imagem de perfil

De Pedro a 10.07.2010 às 22:56

Monumento ou Obra-Prima!
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 24.04.2010 às 18:52

2001 é, sem dúvida, a cereja para este bolo. Gostei muito de acompanhar esta série, apesar de não ser fã de ficção científica.

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D