Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O cartaz vazio

por Carlos Barbosa de Oliveira, em 05.02.09

Todos os portugueses sabem que Sócrates lhes mentiu, que tirou aos trabalhadores para dar ao grande capital, que é um mau PM, que reduziu o PS a um grupo de caniches amestrados e governa como um proto-ditador, que se abespinha quando o contrariam.
Provoca-me por isso alguns engulhos o cartaz do PSD a que ontem o Paulo Gorjão aqui fazia referência. É que eu esperava que o maior partido da oposição tivesse para apresentar aos portugueses uma alternativa com propostas e não um cartaz próprio de ideólogos da esquerda caviar.

O país precisa de gente séria, que discuta os problemas que nos afectam com elevação, e se apresente como alternativa credível ao actual (des)governo. Para circo já chega  o que temos, não precisamos de palhaços! Quando faltam as ideias, recorre-se ao humor rasca...
Eu percebo que MFL e a sua “entourage” não tenham propostas para apresentar aos portugueses, porque Sócrates tem prosseguido uma política que manifestamente lhe agrada. Eu admito que o círculo de apoiantes de MFL não tenha mais para oferecer aos portugueses do que a “chicana” política, o discurso vazio “eles não sabem governar e o país está assim por culpa do PS”, mas isso é o que faz toda a oposição.
Esperava do PSD propostas (ainda não ouvi uma única) para colocar o país no rumo certo e não piadas de café.
Esperava que a líder do PSD não embarcasse no populismo fácil e gratuito.
Esperava do PSD sentido de Estado e não comportamentos de putos da escola primária.
Concluo, então, que o PSD não tem nada para me oferecer de novo e, por isso, não é uma alternativa credível, pelo menos enquanto MFL continuar a  enredar-se  num discurso cheio de contradições e lugares-comuns que, salta à vista de todos, só tem como objectivo conquistar o poder a qualquer custo.
Sem ideias novas, sem uma centelha de imaginação, o PSD é mais do mesmo e traz-me  à memória este episódio de Marcelo Caetano.  

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Imagem de perfil

De Pedro Oliveira a 05.02.2009 às 16:02

Como eu gostaria de lhe dizer que está errado na sua análise....
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2009 às 16:04

Também não simpatizo com o licenciado Sócrates, mas concordo inteiramente com considerar-se indigente o cartaz.
Sem imagem de perfil

De Gi a 05.02.2009 às 16:07

Oh Carlos não há político que se aproveite neste país.
Mas parece que eu até sou anárquica.

Imagem de perfil

De Ana Vidal a 05.02.2009 às 16:46

Não posso deixar de dar-lhe razão, Carlos. Não é com humoristas (bons ou maus) que se governa um país.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 05.02.2009 às 17:52

Oh Carlos, desculpe dizer-lhe isto, mas desta vez o seu post é completamente desprovido de razão. Desde logo, o cartaz não foi feito por "MFL e a sua entourage". Trata-se de uma iniciativa da JOTA SD, e como tal o que chama de "palhaços", "circo" e "humor rasca" mais não é do que uma manifestação bastante comum de uma irreverência e chalaça típica da juventude. Ou esperava das jotas a apresentação de estudos, compendios e propostas de revisão orçamental? De MFL, diz que não apresenta alternativas. Terá andado distraído. Sugiro-lhe que consulte, por exemplo:

http://www.psd.pt/archive/doc/conferencia_de_imprensa_2009_01_30.pdf

http://www.psd.pt/archive/doc/POVOLIVRE_4fev2009.pdf

ou

http://www.psd.pt/?idc=307&idi=1463

Encontrará aí diversas propostas já apresentadas como alternativa pela direcção do PSD. Depois de ler pode discordar delas e comentá-las. Mas negar a sua existência é ignorância, preguiça ou má fé!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 05.02.2009 às 18:02

Num país cada vez mais cinzento e taciturno, confesso que gostei do cartaz (como tive ocasião de comentar). Até aquele velho hábito de fazer anedotas das contrariedades está a extingir-se e é pena. Por tudo isso, achei o cartaz o máximo.

No entanto, estamos de acordo. É pouco. É nada. A crise mundial está imparável, quem está no poder não parece capaz de fazer melhor e quem procura chegar ao poder não explica ao que vai. E a gente quer tudo muito bem explicadinho. Mais do que nunca.
Imagem de perfil

De Ana Gabriela A. S. Fernandes a 05.02.2009 às 18:13

Será que só eu percebi as propostas alternativas do PSD via MFL?
Não entendo esta insistência da "não alternativa" ao actual governo PS. E não entendo esta colagem que tentam fazer do PSD às "políticas seguidas pelo PS".
Já se torna cansativo, palavra!
Cumprimentos
Ana
Sem imagem de perfil

De Daniel Santos a 05.02.2009 às 20:30

Pena que a energia de alguns jotas seja apenas nadar na sua irreverencia e não na discussão do futuro.
Sem imagem de perfil

De Pedro Sousa a 06.02.2009 às 22:31

"todos os portugueses sabem"...

Quem é que lhe passou procuração para falar em nome dos portugueses? QUe tenha um ódio de estimação por Sócrates é problema seu, mas não se auto-intitule representante dos portugueses. Só faltava essa

Comentar post



O nosso livro


Apoie este livro.



Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D