Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Quarta-feira

por Teresa Ribeiro, em 11.11.09

 Ao transpor a entrada daquele bar, sentiu-se despida. Já não tenho idade para isto, já não tenho idade para isto, repetia, metodicamente, obedecendo aos seus naturais impulsos autodestrutivos, tendência que conservava desde a adolescência e não tinha esperança de corrigir. Nada de contacto visual significativo com os poucos homens que não tinham companhia. Mau sinal, pensou ela já com vontade de se ir embora. Espero cinco minutos.

Em fundo ouviam-se os Sétima Legião: Hoje, num  vento do norte, fogo de outra sorte, sigo para o sul, sete mares… Deixou-se embalar pelas recordações felizes que aquela canção lhe invocava enquanto se sentava a uma das mesas, procurando descontrair. Mas antes que tivesse tempo de posar a mala uma voz interpelou-a:

- Boa noite... Gabriela?

Reconheceu-lhe imediatamente a voz. Era muito sensível a vozes e esta tinha-a impressionando o bastante para desejar aquele encontro, apesar dos avisos da Marta: Mais fácil passar um camelo por um buraco de uma agulha…

Virou-se.

Ah, se ela fosse mosca! Parecia que a estava a ouvir: …ou é cromo, ou coiro, ou putanheiro.

- Olá, Sérgio, muito prazer.

Se ela fosse mosca já estaria neste momento a rebolar-se de tanto rir, a parva!.-pensou.

- Estava sentado ali atrás daquele pilar, por isso é que não me viste quando entraste. Quando cheguei era a única mesa disponível…

- Pois é, apesar de ser quarta-feira o bar encheu.

- Como?

- O bar encheu.

- O bar cresceu?

No blog e nos comentários que lhe deixava e depois nos emails e sms, por fim ao telefone parecia-lhe tão interessante…

Sentado à sua frente, a sua alma gémea blogosférica tentava quebrar o gelo, mas ela só pensava: Baixo, gordo, careca, desajeitado e ainda por cima surdo que nem uma porta! A sacana da Marta vai-se fartar de gozar à minha custa!

 

Já publicado aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)


18 comentários

Sem imagem de perfil

De CPrice a 11.11.2009 às 11:00

.. fantástico Teresa. A sua heroína que não aprofunde, conseguem ser pior que isso, por vezes.

Parabéns!

Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 11.11.2009 às 11:01

Muito bonito, Teresa. A continuar neste ritmo, sempre em crescendo, nem posso imaginar a qualidade do que nos trará nos últimos dias da semana... Vamos lá a ver agora a leitura superior que o Zé Pancada fará disto. A sua opinião é, como todos sabemos, fundamental, e aguardamos ansiosos a sua interpretação política deste 'caso'. Cá para mim, já tenho uma ideia de quem serão a Gabriela e o Sérgio, mas não digo nada a ninguém. Para já...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 11.11.2009 às 11:11

O Pancada, Luís, está para a arte da Teresa como a Casa de Serralves para um campo de cebolas: andam lá perto, mas nem se enxergam.
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 11.11.2009 às 11:27

João, não menosprezes as leituras que o homem faz dos textos da Teresa que, não os fazendo melhores, é certo, sempre nos permitem uma visão sobre eles que nem sequer sonhávamos. Além disto, parece-me que o actual governo, por intermédio do seu braço cultural, já decretou a plantação de um campo de cebolas perto da Casa de Serralves, sendo avistáveis um a partir do outro. Deixo agora à tua imaginação o descortinares quem é a tal Gabriela... Isto anda tudo ligado, está visto...
Imagem de perfil

De João Carvalho a 11.11.2009 às 11:38

Sem dúvida. E a Marta?
Sem imagem de perfil

De Luís Reis Figueira a 11.11.2009 às 11:55

A Marta é só para disfarçar, pá! Vê lá mas é se descobres quem é o Sérgio, que 'isso é que é fundamental'. E olha que não vai ser fácil, porque ele tem a face oculta.
Sem imagem de perfil

De Luís Serpa a 11.11.2009 às 11:43

E não era velho?
Sem imagem de perfil

De Maria a 11.11.2009 às 11:46

Teresa - há aqui mãozinha de cinéfila - cineasta , até . Goatei muito - no "FIM" contive-me....Parabéns
Sem imagem de perfil

De Maria a 11.11.2009 às 12:08

Hehe - "goatei" - gostei. claro...
Sem imagem de perfil

De Carlos Pimentel a 11.11.2009 às 13:06

Tss, tss, tss... Essa Gabriela não passa duma principiante. Encontro com um marmelo qualquer, só por ser bem falante, sem ter visto fotos (várias e actualizadas, nada de imagens photoshopadas ou com vinte anos), sem ter visto a tromba e ouvido a voz do meco via webcam? Tss, tss, tss, melhor sorte para a próxima, pelo menos ganhou "calo"...
Sem imagem de perfil

De Lúcio a 11.11.2009 às 13:50

A propósito desta temática dos (des)encontros via net, tomo a liberdade de deixar aqui um link para um texto que escrevi há uns anitos e que vai ao encontro do seu, espero que goste:

http://punhado-dolares.blogspot.com/2006/12/o-dilema-de-jlia.html

Sem imagem de perfil

De zé pancada a 11.11.2009 às 14:50

Uma vez mais detecto neste blogue um texto cuja leitura subliminar atenta inequivocamente contra a consideração e o respeito devidos à Drª Manuela Ferreira Leite, o que não admira devido ao facto de a maioria dos seus autores serem jornalistas e pertencerem aos quadros redactoriais do Diário de Notícias, que é a voz do Governo.
Nem é lícita outra interpretação do início do texto, em que a protagonista se interroga sobre os malefícios da idade ao ser-lhe atribuído o pensamento «Já não tenho idade para isto» repetidas vezes, deixando claramente implícito que o PSD está mal entregue à actual líder apenas por ter passado o chamado «prazo de validade» decretado pelos jovens jornalistas que querem sempre rostos muitos frescos e atitudes muito «cool» para acompanharem os chamados ventos da História que são sempre ilusórios como muito bem sabemos.
Pormenor tão ou mais significativo é denominar-se Gabriela a protagonista desta história. Como qualquer leitor atento e minimamente dotado de visão transcendental reconhecerá, como é o meu caso, Gabriela e Manuela têm a mesma terminação eufónica, o que é caso para dizer, parafraseando um conhecido ditado popular, que o gato deixou aqui um grande rabo de fora.
O encontro mal sucedido no bar visa, metaforicamente, apontar para um suposto desencontro entre a Drª Manuela Ferreira Leite e o povo português, esquecendo a articulista que o PSD venceu duas das três eleições realizadas este ano contribuindo assim decisivamente para retirar margem de manobra política a José Sócrates que hoje está muito fragilizado. Mas estando este blogue tão conotado com o Partido Socialista não seria de esperar outra coisa senão metáforas tendencialmente difamatórias para o PSD. A verdadeira surdez é essa e não a do indivíduo que aparece aqui como tentativa muito desajeitada de personificação do povo português.
Despeço-me sem cumprimentos
Sem imagem de perfil

De Lúcia a 11.11.2009 às 14:58

Esta interpretação nem a CIA, conseguiria fazer!
Imagem de perfil

De Teresa Ribeiro a 12.11.2009 às 10:45

Gosto das suas prosas delirantes, Zé Pancada. Não pare, por favor!
Imagem de perfil

De Ana Vidal a 13.11.2009 às 10:22

Retiro o que disse antes: este Zé Pancada está a revelar-se ainda melhor do que o Tric. Pelo menos em imaginação...
Sem imagem de perfil

De Lúcia a 11.11.2009 às 14:59

São riscos destas novas forma de relacionamento. E já conheci um caso em que deu paixão, casamento e com rebentos a caminho!-:)
Chato para quem passa por elas - divertido para quem assiste!
Imagem de perfil

De Pedro Correia a 11.11.2009 às 23:05

As coisas que a gente aprende com os epígonos menores de um certo deputado! Pensava eu que apenas cerca de 25% dos membros deste blogue eram jornalistas e que só eu fazia parte dos quadros do DN. Ainda bem que há gente extremamente informada, e dotada de um peculiaríssimo sentido de humor, que vem pôr as coisas no seu devido lugar conseguindo até vislumbrar uma Manuela onde estava a Gabriela. Essa não lembraria ao Jorge Amado.
Imagem de perfil

De João Carvalho a 12.11.2009 às 00:54

Acho que ele confundiu com a Manuela cravo-e-canela...

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D