Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Calma e tranquilidade...

por João Carvalho, em 31.01.09

Freeport, Portucale, Isaltino, Valentim, antiga Câmara de Lisboa, antiga Câmara do Porto, submarinos, helicópteros, Siresp, Felgueiras, BCP, BPN, Parque Mayer, casino, 'Operação Furacão', sei lá que mais. Corro o risco de ser injusto: posso ter metido uns a mais e peço que me desculpem, mas devo ter-me esquecido de mais uns quantos, porque não há memória que aguente.

Será importante lembrar estas coisas? Não sei. Fica ao vosso critério. Só me lembrei por estarmos à vista de eleições legislativas e autárquicas. Com os mesmos partidos e, aqui e ali, até com os mesmos candidatos? Com os mesmos suspeitos e, aqui e ali, até com os mesmos arguidos? Temos de esperar com calma e tranquilidade, não é?

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De arguto a 01.02.2009 às 03:11

A justiça portuguesa promete tudo menos calma e tranquilidade.
Sem imagem de perfil

De Anti a 01.02.2009 às 11:40

Caro João Carvalho, antes sequer de tentar perceber essas negociatas e acrescentar o triplo ou o quádruplo de outras mais, seria mais vantajoso e em minha opinião começar por investigar a PGR e todo o edifício judiciário. Houvesse uma justiça credível, e não andaríamos para aqui com comunicados da treta, e teorias da cabala numa espécie de teatro de fantoches!
Imagem de perfil

De João Carvalho a 01.02.2009 às 14:29

Eu não seria tão radical, meu caro. Tenho a impressão de que o actual porcurador-geral da República, que não leva muito tempo de funções, está a mudar alguma coisa para melhor: fala q.b., já disse que a investigação não pode andar a arrastar-se, já colocou procuradores aparentemente em lugares-chave com vista à eficiência, já fez o Ministério Público começar a dar algumas explicações nos limites do que pode declarar, já disse que não gosta de megaprocessos e que tenciona desdobrá-los para serem eficazes.
Tudo isso parece positivo para encontrar a saída desta situação insuportável. O problema talvez seja o tempo que isso ainda vai levar a surtir efeito, de tal forma é a teia. E aí, sim: o calendário eleitoral não espera e a maioria dos eleitores pode ter dificuldades em encontrar quem não seja suspeito. Ou pode ter dúvidas razoáveis, pelo menos.

Comentar post





Links

Blogue da Semana

  •  
  • Afinidades

  •  
  • Lá fora cá dentro

  •  
  • Mais ligações

  •  
  • Informações úteis


    Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D